Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Manejo da Irrigação em Tempos de Chuva e Seca

Muitos Agricultores sofrem com o problema de chuvas e veranicos em sua região, podendo comprometer toda sua produção, e para sair deste problema eles tem que optar pela irrigação que sabendo manejar adequadamente poderá salvar sua produção.

 

Irrigação antigamente era vista só em casos de alta necessidade como o problema de chuvas, hoje já é vista como um meio de se salvar desses problemas e principalmente aumentar a produtividade. A agricultura irrigada traz desenvolvimento, desenvolvendo o povo do campo, gerando empregos, e diminuindo o êxodo rural. Para implantação de um sistema de irrigação tem que ser feita a gestão de Irrigação, que está envolvido o planejamento da implantação do sistema, estratégia, tipo de irrigação, área, equipamentos e principalmente o acompanhamento do sistema, não adianta nada você comprar o sistema de mais alta tecnologia e implantá-lo sem ter um responsável técnico para manejá-lo constantemente para você.

 

Existem dois tipos de planejamento da irrigação, a irrigação pode ser complementar ou se será de seca. A irrigação complementar é aquela que você planta na estação das chuvas e caso não tenha índices pluviométricos desejados complementa com irrigação a falta de chuva. A irrigação de seca é aquela onde em regiões temos tempo de secas prolongadas ou veranicos se planta exclusivamente baseado na água que poderemos fornecer ao solo.

Para amenizar os custos de irrigação que são sempre caros sugerimos que sempre que pensarmos em irrigação pensemos nos 2 tipos juntos. Ou seja, estejamos preparados a plantar uma área maior na época das chuvas complementando a falta destas, e na época da seca plantemos uma área menor, provendo toda a água necessária às plantas apenas pela irrigação.

Este método nos ajuda a pagar as despesas de investimentos da irrigação pois tiramos 2 safras anuais ao invés de uma só. Alem do que teremos uma safra fora de época, onde os preços dos produtos são sempre mais caros.

A segunda coisa a resolver será determinar quanto de água necessitaremos ter por dia, semana, mês, etc. para que a planta cresça em todo seu esplendor e com o máximo de produção possível. Isto requer a ajuda de um técnico.

A terceira coisa a fazer é resolver qual o sistema ideal (mais barato a longo prazo) de irrigação para você. Por um custo muito pequeno podemos fazer um estudo dos vários tipos de irrigação possíveis para você escolher qual o melhor sistema para seu caso.

A quarta coisa a fazer será um orçamento de quanto custará o sistema de irrigação escolhido e se o que vai produzir pagará estes custos e em quanto tempo.

A quinta coisa a fazer será um projeto detalhado da irrigação, os custos deste e os resultados que serão provenientes deste seu esforço financeiro. Este projeto deve ter tudo, desde os cálculos até como manusear o sistema.

Se seguir todos esses passos conseguirá implantar seu projeto de irrigação com sucesso, em períodos de chuva ou períodos de seca. Não esquecendo sempre da gestão da irrigação, tendo que estar sempre ao lado do seu projeto para que tenha sucesso em sua produção.

Fonte: Apostila do CPT - Cursos Presenciais de Irrigação e Manejo

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Equipe CPT - Cursos Presenciais

Data: 16/05/2011


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro