Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Sistema de irrigação - aspersão convencional

O sistema de irrigação por aspersão convencional se caracteriza como um método em que a água é aplicada ao solo sob a forma de chuva mais ou menos intensa e uniforme sobre a superfície a ser irrigada. O objetivo desse sistema de irrigação é fazer com que a água infiltre sem que ocorra o seu escoamento superficial.

            A aspersão convencional pode ser aplicada a qualquer tipo de solo, pois ela se adapta a qualquer tipo no que diz respeito à textura e estrutura. Os solos que apresentam textura arenosa possibilitam alta velocidade de infiltração, permitindo a utilização de aspersores com maior intensidade de aplicação, e consequentemente menor tempo de irrigação por posição, ou seja, menor área irrigada por posição. Com isso, há a diminuição na quantidade de equipamentos necessários ao projeto e menor custo de implantação do sistema de irrigação, porém a mais uso de mão-de-obra.

            Geralmente a aspersão convencional é utilizada em terrenos planos, em terrenos de encosta e terraços. Os terrenos que apresentam declividade muito acentuada dificulta a adoção do sistema.

            O vento, a umidade relativa do ar e a temperatura são os parâmetros climáticos que exercem influência na distribuição da água no sistema de irrigação por aspersão, uma vez que, o sistema simula a chuva. Deve considerar a velocidade do vento,que provoca a má distribuição da água na superfície do solo, pois provoca o desvio do jato de água. Já a baixa umidade do ar e as altas temperaturas provocam a evaporação. Dessa forma, as regiões que apresentam essa caracterização climática não são indicadas para a utilização dos sistemas de irrigação por aspersão.

            Esse tipo de sistema de irrigação se adapta a maioria das culturas, exceto em algumas, como, por exemplo, o tomate que pode favorecer o desenvolvimento de doenças devido às características de aplicação do sistema. É necessário levar isso em conta, pois a aplicação da água propicia a lavagem de possíveis produtos químicos aplicados na cultura, diminuindo a eficiência e poluindo o solo e o lençol freático.

            Dentre as limitações do uso do sistema de aspersão convencional temos: a possibilidade da propagação de pragas e doenças em algumas culturas; possível causa de problemas de sanidade na parte aérea da planta quando se utiliza a água salina na irrigação; é muito afetada pela ação dos ventos; apresenta maior custo de implantação e manutenção ao ser comparado com o sistema de irrigação por superfície.

 

Como utilizar o GPS na agricultura de forma eficiente?

Materiais para cerca elétrica.

Como produzir milho no sistema de plantio direto?

Fonte: IF Goiano

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Daniele - Equipe CPT Cursos Presenciais

Data: 23/10/2014


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro