Artigos e Informativos
Confirmação
* campos Obrigatorios
* campos Obrigatorios
Produção de Milho como Volumoso: Alimente seu Gado com Qualidade

Na produção de um bom volumoso, tem que estar atento a vários critérios, como o tipo de solo, clima, e principalmente as culturas que você utilizará. As mais usadas para produção de volumoso são Sorgo, cana-de-açúcar,milho e alguns tipos de gramíneas. Alguns fatores que afetam a produção de um volumoso de qualidade é:

  • Correção e adubação do solo;

  • Qualidade das sementes;

  • Plantio;

  • Manejo de cultura;

  • Colheita;

  • Níveis de umidade;

  • Níveis de proteína;

  • Níveis de fibras;

  • Matéria mineral;

  • Nível de gordura;

  • Nível de energia.

Dando ênfase ao uso de milho, é uma planta forrageira de ótima qualidade, pois apresenta alto potencial de produção de massa(12 a 20 toneladas de MS/ha, ou mais) e teores de MS (entre 30 a 35%) e no mínimo de 3% de carboidratos solúveis na matéria original, além de baixo poder tampão e por proporcionar uma boa fermentação microbiana. Na produção animal deve se levar em conta alguns critérios, como a  proporção e qualidade dos componentes estruturais na planta inteira: espiga (grãos + sabugo + palha), lâmina foliar, colmo, aliado ao teor de MS da planta inteira, assim terá um volumoso com alta digestibilidade.

Outra técnica no uso do milho, que está sendo muito usada e trazendo ótimos resultados é a de se usar o milho inteiro, direto no cocho. A dieta se caracteriza pela grande praticidade em fornecer aos animais confinados somente dois ingredientes: o milho e o pellet concentrado proteico, vitamínico e mineral ajustado ao desafio desse tipo de dieta. A proporção mais indicada e utilizada da dieta é de 85% de milho íntegro e 15% do pellet concentrado dessa forma, baseada fortemente no milho como ingrediente. Vem daí o nome da ração “grano entero”. Na ração grano entero o grão de milho tem de estar inteiro, ou seja, íntegro e não pode ser triturado. Como o conceito é baseado principalmente no ingrediente “milho”, temos uma dieta de alta concentração energética, que resulta em um consumo reduzido, em razão do efeito químico da alta energia sobre os mecanismos que regulam o consumo dos bovinos. O consumo mais baixo, aliado ao alto desempenho em ganho de peso e rendimento de carcaça proveniente da energia disponível, resulta em melhorias da conversão alimentar, com valores entre 135 e 145 kg de matéria seca por arroba colocada.

Contudo a silagem de milho é a opção mais adequada para os diferentes sistemas de produção de carne ou leite. Comparada a outros volumosos, a cultura do milho possibilita grandes produtividades de forragem por área em menor tempo, permitindo o plantio sucessivo de outras culturas. É o volumoso de maior qualidade nutricional, dependendo de menor suplementação concentrada para que os animais tenham maior produtividade, possibilitando a maior rentabilidade na atividade. Desta forma, a energia produzida na propriedade, em grande quantidade, certamente terá um custo muito menor do que se o produtor tiver que adquirir alimentos concentrados para a complementação da ração dos animais. 

Fonte: Coisas de Zootecnista

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Equipe CPT- CURSOS PRESENCIAIS

Data: 15/04/2011


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • envie a um amigo
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.