Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Manejo Sanitário para Programas de TE em Bovinos

O controle sanitário dos animais envolvidos nos trabalhos de TE compõe-se de exames, vacinações e controle de endo/ectoparasitas, de forma a reduzir os riscos de perdas embrionárias por estresse e doenças reprodutivas, e acima de tudo garantir ao feto o desenvolvimento em um ambiente saudável no útero da receptora.

Lembrando sempre que o bom senso deve prevalecer, evitando-se tratamentos excessivos com produtos de maior toxicidade que podem interferir no desenvolvimento embrionário e fetal.

O primeiro cuidado sanitário, no início da qualquer trabalho deve ser com os exames de brucelose e tuberculose, principalmente no ato de aquisição de receptoras provenientes de diferentes rebanhos, que na maioria das vezes não tem um controle sanitário tão rigoroso para tal trabalho.

Estes exames devem ser feitos por um veterinário credenciado, e qualquer animal suspeito deve ser rejeitado para os trabalhos. É interessante que se tenha uma área de quarentena para os animais adquiridos de outras propriedades para que se evite a introdução de doenças no rebanho de animais elite.

O médico veterinário deverá guardar uma cópia dos exames de brucelose e tuberculose dos animais envolvidos no programa (receptoras e doadoras).

O segundo cuidado consiste na vacinação e controle de endo/ecto parasitas. Estes procedimentos são descritos a seguir, com a referência das respectivas doenças:

Esquema de vacinação de Doadoras e Receptoras:

 

  • Febre Aftosa ..........................2x ao ano, de acordo com as recomendações do MAPA.
  • Clostridioses(Manqueira e Tétano).. 1ª dose + reforço anual(1x/ano com vac aftosa).
  • Raiva............................................1ª dose + reforço anual (1x/ano com vac aftosa).
  • IBR/ BVD + Leptospiroses................1ª dose + 2ª dose (após 21 dias) + reforço anual.
  • Leptospiroses.........................................Reforço a cada 6 meses (após 2 vacinações).
  • Rotaviroses + Pneumoenterite................Receptoras: 1ª dose 30 dias antes do parto.
  • Receptoras: 2ª dose 30 dias depois do parto.
  • Bezerros aos 20 e 45 dias de idade.

 

Algumas ações são importantes para manter o bom controle do manejo sanitário e devem ser seguidas:

 

  • Anotar sempre a relação dos animais vacinados, tipo de vacina e data.
  • Vermifugação e banho carrapaticida 30 dias antes dos trabalhos de TE.
  • Aplicar 25 mg/ kg de peso vivo de Estreptomicina junto com a 1ª vacinação para leptospirose.

Fonte: Apostila CPT Cursos Presenciais

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Prof. Dr. Luis Fonseca Matos

Data: 24/11/2010


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro