Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Por que utilizar a TE (Transferência de Embriões) em Bovinos?

A transferência de embrião se caracteriza como uma biotecnologia muito importante na bovinocultura, uma vez que, possibilita a utilização e criação de mais espécies geneticamente inferiores, sem a necessidade da matriz original, ou seja, o embrião superior é implantado no animal previamente selecionado como receptor.

            E para que haja sucesso no processo, é necessário selecionar as vacas receptoras de forma correta, pois as receptoras são muito importantes no contexto da transferência de embriões, uma vez que, o manejo do rebanho destes animais pode constituir um problema logístico. Os animais receptores são mantidos fora de produção, aguardando o embrião da doadora, o período de espera pode ser diminuído utilizando o embrião congelado. É necessário estar atento ao retorno do cio e realizar com eficiência o diagnostico gestacional.

            O animal escolhido como doador, ou seja, o animal geneticamente superior oferece uma variabilidade no número de embriões, mais em média ela produz quatro a cinco embriões de boa qualidade em cada coleta. Nestes casos, é necessário preparar aproximadamente dez receptoras (sincronização do cio) para obter aproximadamente seis receptoras (sincronizadas com o cio da doadora) que estão aptas para receberem o embrião coletado. Se não houver a possibilidade da utilização de todo material, sêmen deve ser congelado para posterior uso.

            As vacas são frequentemente indicadas para o uso como receptoras, devido a sua facilidade ao parto, por outro lado as novilhas geralmente possuem maior fertilidade que as vacas. Assim, a escolha do animal irá depender da análise criteriosa de todos os fatores envolventes em cada propriedade.

            É recomendável a vacinação do rebanho receptor quando há a constatação do agente patogênico no sangue, contra doenças abortivas, como a leptospirose, rinotraqueite infecciosa e diarreia viral.

            Tomando todos os cuidados necessários e observado o ciclo de cada propriedade a TE oferece grandes vantagens, uma vez que, possibilita o nascimento de maior número de crias geneticamente superior e períodos iguais, igualando dessa forma o rebanho.

 

Aprenda a fazer a inseminação artificial em bovinos.

Materiais para reprodução em bovinos.

Quais os princípios de exames andrológicos em bovinos?

 

Fonte: www.aptaregional.sp.gov.br/artigos

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Daniele - Equipe CPT Cursos Presenciais

Data: 18/11/2014


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro