Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
O uso da inseminação artificial em reprodução em cadelas

A inseminação artificial em cães é bem antiga, sendo que a primeira foi realizada no final do século XVIII por Spallazani.

A inseminação artificial é uma biotécnica utilizada na Medicina Veterinária para reproduzir cães por motivos variados. A IA consiste em, após a obtenção do sêmen, depositá-lo no trato genital da fêmea a ser inseminada.

 O uso da iseminação é recomendado nos seguintes casos: diferença de tamanho entre os cães, opção de manejo do canil, não aceitação por parte de um dos animais, utilização de sêmem resfriado ou congelado. Sendo de principal relevância este último, que possibilita a manutenção da capacidade fecundante em animais de alto interesse zootécnico por um espaço indeterminado de tempo, além de resguardar tais ani­mais do estresse causado pelo seu transporte para fins de acasalamento.

Qualquer raça pode ser inseminada, mas nas raças Bulldogue inglês , Bulldogue francês e Pugs a dificuldade de acasalar é maior e a inseminação se torna uma opção melhor e mais frequente.

O uso da inseminação artificial requer a presença de um veterinário especializado nesta área. Ela não é dolorosa para o animal, no caso da fêmea, a pipeta introduzida na vagina é fina e flexível, não causando nenhum desconforto ou dor, nem mesmo traumatismo. E no caso do macho, a técnica de coleta manual não produz nenhum tipo de problema.

A biotécnica consiste na deposição do sêmen do macho no trato reprodutor da fêmea durante a fase do ciclo estral denominada "estro". A problemática da obtenção de sucesso através da I A na espécie canina está diretamente ligada às dificul­dades concernentes à determinação do momento ideal para inseminação nessa espécie de fisiologia repro­dutiva particular. A escolha do melhor dia para a inseminação depende de um acompanhamento da fase do ciclo estral, que pode ser realizado atraves do monitoramento das células vaginais ou dosagens hormonais.

 Com a inseminação a chance de prenhez é de 80%, em média. O número de filhotes é proporcional ao de uma monta natural. A gestação da cadela inseminada artificialmente tem a mesma duração de uma gestação obtida mediante a monta natural, ou seja, aproximadamente 2 meses.

O método de coleta de sêmen mais utilizado para o cão é a massagem digital, por ser um método relativamente simples de ser aplicado na clínica veterinária ou nos atendimentos veterinários em criatórios particulares.

Se para a inseminação for utilizado sêmem fresco o cão e a cadela devem ser levados no mesmo dia a clínica, se for utilizado sêmem resfriado, ele ficará refrigerado e poderá ser utilizado em até 48 horas. Já o sêmem congelado é armazenado em botijôes de nitrogênio líquido e pode ser usado por um longo período após a coleta.

Fonte: Web Animal

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Silvana - CPT Cursos Presenciais

Data: 03/10/2012


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro