Artigos e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Coceira em felinos pode ter várias causas

 

A Medicina Veterinária oferece atualmente diversas especializações, entre elas a dermatologia. As clínicas veterinárias atendem diariamente cães e gatos com diversos problemas. Contar com um profissional especializado é importante para que o animal receba um diagnóstico correto.

Os felinos que chegam aos consultórios veterinários são atendidos nas diversas especialidades que esta classe oferece. A dermatologia veterinária contribuiu muito para desmistificar que o felino que apresenta uma coceira constante está com sarna. Sabe-se hoje que nem “tudo é sarna” nos companheiros peludos, sendo descoberta inúmeras doenças dermatológicas de diversas origens, como parasitárias, alérgicas, imunológicas e também comportamentais.

Nas clinicas de dermatologia veterinária é muito comum encontrar gatos com Dematopatias parasitárias como:

· Sarna sarcóptica: o gato apresenta coceira intensa (prurido), feridas e bolinhas pelo corpo (pústulas) e pele avermelhada (eritema). Deve ser realizado um exame clínico e anamnese profunda, para assim ser realizado um diagnóstico diferencial.

· Sarna notoédrica: doença de pele de intensa contaminação e proliferação, com muita coceira. A pele fica escamada e com crostas.

· Sarna demodécica: acomete felinos imunodeprimidos, geralmente associado alguma patologia viral.

· Sarna otodécica (otocaríase): geralmente acomete os ouvidos dos felinos, mas pode habitar também toda a superfície corporal causando coceira generalizada, sendo altamente contagiosa por contato direto.

· Queiletielose: chamada de “caspa andante”, também causa intensa coceira e presença de “caspas” como o próprio nome diz, sendo confundida com diversas doenças, não somente parasitárias, mas também alérgicas e distúrbios de disqueratinização (seborreia).

· Linxacaríase: intensa coceira e caspas.

· Dermatofitoses: com 3 principais fungos envolvidos, pode ser assintomática, podendo contaminar outros animais e o homem.

O médico veterinário deve fazer um diagnóstico diferencial, pois estas não são as únicas doenças dermatológicas

Fonte: Blog Felino

Adaptação:   Equipe CPT Cursos Presenciais

Autor(a): Silvana - Equipe CPT Cursos Presenciais

Data: 30/11/2012


Quero receber promoções
  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut

Artigos relacionados!
Gostaria de receber informações sobre nossos cursos? Preencha os campos abaixo:





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
Preencha os campos abaixo para receber informações completas de promoções e descontos.





Confirmação

O CPT Cursos Presenciais garante a você total segurança e confidencialidade em seus dados pessoais.
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro