Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Profissionalização ajuda agricultores familiares a melhorar resultado das cultura de milho e feijão

O Projeto Centro-Sul de Feijão e Milho, desenvolvido através de uma parceria entre a Emater, Iapar, Embrapa, Fundação Terra e Syngenta, completa nove anos e neste período, com assistência técnica prestada de forma direta para mais de 1,2 mil agricultores familiares, conseguiu elevar a produtividade da cultura de feijão de 1,08 mil quilos por hectare para mais 1,8 mil quilos por hectare e, do milho, de 3,7 mil quilos para 5,4 mil quilos por hectare. “É uma ação que promove a profissionalização dos produtores que lidam com estas duas culturas tradicionais na região. Adotamos uma visão de desenvolvimento, onde o aumento da produtividade, da produção e da renda gera poupança capaz de viabilizar a introdução de novas atividades, também sustentáveis, mantendo o milho e feijão como base do sistema”, explica Marco Antônio Brandão Borges, coordenador do projeto na Emater. A divulgação dos sistemas de produção preconizados acontece através da instalação de unidades demonstrativas nas comunidades rurais atendidas pelo Projeto, em 38 municípios. Em torno dessas áreas, são organizados grupos informais com aproximadamente 20 agricultores, chamados grupos de discussão de resultados. Durante todo o ciclo das culturas, eles participam de reuniões técnicas, cursos e dias de campo para conhecer as tecnologias aplicadas e multiplicar o exemplo em suas propriedades. “Entre as técnicas disseminadas estão o plantio direto, uso de sementes de qualidade, adubação adequada, manejo correto de agroquímicos e ações em meio ambiente e segurança”, conta Marco Antônio. Na última safra, as organizações parceiras promoveram 114 reuniões práticas, 33 dias de campo, 38 excursões técnicas, três encontros e uma semana de campo que, com repetição, tiveram a participação de 8,4 mil produtores rurais. Nas unidades demonstrativas de feijão a produtividade média da safra 2007/2008 ficou em 2,5 mil quilos por hectare, apesar das adversidades climáticas. A média nacional é de 897 quilos e a paranaense fica em 1,4 mil quilos por hectare. O milho, nestes campos, atingiu a média de 8,6 mil quilos por hectare. A média brasileira desta cultura é de 3,8 mil quilos e a estadual 6,8 mil quilos por hectare. “Chama a atenção, ainda, o crescimento do número de propriedades que passaram a adotar o plantio direto: passou de 25 para 55 por cento. Nas áreas de feijão; 91 por cento dos agricultores fizeram análises de solos corretamente; e 84 por cento executam de forma adequada o controle de ervas invasoras”, conta o coordenador. O trabalho continua nesta safra (2008/2009) com o envolvimento de 41 profissionais técnicos da Emater e Prefeituras. Serão instaladas 62 unidades demonstrativas de feijão e 55 de milho e realizados 40 dias de campo e uma semana de campo em cada uma das sete regiões administrativas abrangidas pelo Projeto. “O desafio é manter os índices já alcançados, com produtividades de feijão superiores a 2 mil quilos por hectare e milho 6 mil quilos por hectare”, completa Marco Antônio. A empresa CPT Cursos Presenciais oferece cursos na área de agricultura com qualidade e ótima infra-estrutura. Conheça nosso curso Produção de Milho no Sistema de Plantio Direto, Clique aqui

Fonte: Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural - EMATER

Data: 08/07/2008

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro