Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Café perde a mão-de-obra para o setor de construção

Em função do atraso da maturação do café nas plantações do Sul de Minas, o segmento encontrou concorrência do setor de construção civil para conseguir mão-de-obra para a colheita. Segundo o superintendente técnico da FAEMG, Affonso Damasio, pelo fato de a colheita do grão ser considerada leve, houve aumento no número de mulheres nos cafezais, devido à migração da força de trabalho masculina para as atividades fora do campo. De acordo com Affonso Damasio, a plantação atrasada retardou todo o processo produtivo do grão e, no período que deveria ter começado a colheita, o segmento na região não demandou pela mão-de-obra, que foi absorvida também pelo setor de infra-estrutura das cidades. Por outro lado, a atividade canavieira não foi afetada em função da mecanização do setor, que é alta no Estado. Um dos pontos positivos é que os setores de café e cana estão se adequando às normas do Ministério do Trabalho.

Fonte: Diário do Comércio

Data: 21/07/2008

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro