Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Contratação de crédito rural da safra 2007/08 demonstra confiança do agricultor no agronegócio

Os recursos aplicados com o crédito rural (custeio, comercialização e investimento) da safra 2007/2008 superaram os R$ 58 bilhões programados pelo governo para agricultura empresarial. Os recursos contratados pelos agricultores chegaram a R$ 65 bilhões, 12,2% a mais do que o previsto. Entre os fatores que contribuíram para aumentar o volume de crédito está o cenário do agronegócio brasileiro e mundial, que motivou os agentes financeiros a ofertarem mais crédito, e as boas perspectivas de negócios para os produtores rurais. O diretor de Economia Agrícola, da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Wilson Vaz de Araújo, disse que o desempenho do crédito agrícola retrata as boas expectativas do agronegócio brasileiro. Os recursos para custeio e comercialização aumentaram 18,2% em relação ao ano passado, sendo R$ 41,4 bilhões a juros controlados e R$ 16,6 bilhões a juros livres, totalizando R$ 58 bilhões. O aumento de 37% dos recursos de investimentos, de acordo com o diretor, reflete a retomada de confiança dos agricultores que vivenciaram a crise agrícola de 2005 e 2006. Os investimentos devem persistir em alta na atual safra. Houve aumento também na contratação de créditos de custeio e comercialização a taxas livres, com destaque para o volume de empréstimos para a agroindústria, que alcançou R$ 11,1 bilhões. Esses recursos, à medida que forem sendo amortizados, serão direcionados ao financiamento de operações de custeio agrícola a produtores rurais e suas cooperativas. O aumento na disponibilidade de recursos foi favorecido pelos depósitos à vista (25% exigíveis sobre os depósitos à vista que os bancos são obrigados a emprestar ao setor rural) e pela captação da caderneta de poupança rural (os bancos oficiais e os cooperativos têm de aplicar 65% da captação na poupança rural), que totalizaram R$ 39,4 bilhões, em empréstimos ao setor rural. Embora o total de recursos aplicados na safra passada tenha coincidido com a programação da safra atual (R$ 65 bilhões), “merece destacar que os recursos a taxas de juros controlados, programados para 2008/2009, aumentaram 14,4% em relação ao montante aplicado no ciclo passado”, avalia Araújo. Os contratos para custeio, comercialização e investimentos a juros controlados atingiram R$ 48,4 bilhões. Os recursos a juros controlados, autorizados pelo governo para custeio e investimento para a safra 2008/2009, são de R$ 55,4 bilhões. Além disso, em torno de R$ 2,5 bilhões de créditos contratados, em maio e junho, financiaram a safra 2008/2009.(Inez De Podestà)

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento

Data: 06/08/2008

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro