Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Conferência Internacional de Confinadores: pecuaristas insatisfeitos

Pecuaristas de todo o país estão reunidos em Goiânia para a segunda Conferência Internacional de Confinadores. O momento é de preocupação para o setor. Com o baixo preço da arroba do boi gordo, eles reclamam que a atividade não está compensando. No ano passado, em uma fazenda em Nazário, a menos de 100 quilômetros de Goiânia, os piquetes estavam cheios: 30 mil bois. Este ano, está sobrando espaço. O pecuarista Romão flores fechou 22 mil animais, uma redução de quase 30%. A queda no número de animais confinados, segundo o pecuarista, não se deve ao custo de produção, que este ano ficou em R$4,50 por dia: R$1 a menos que no ano passado. O problema foi que o preço dos animais para reposição, o boi magro, disparou. “Um boi magro hoje, para fechar, você não arruma por menos de R$900 em lugar nenhum do Brasil. De R$900 a R$1000. Pelo preço da arroba é caro”, conta Romão. No ano passado, nessa mesma época, ele negociou os bois com arroba a R$105. Hoje, o pecuarista sabe que não vai ser assim. “Hoje, R$73,50, de hoje. Não ‘tá’ bom. ‘Tá’ ruim”, diz. A fazenda em Nazário não foi a única onde o gado fechado diminuiu. Uma estimativa da Associação Nacional dos Confinadores (Assocon) aponta que 2009 deve terminar com uma redução de 10% do rebanho confinado. A redução no número de animais confinados é um dos temas que estão sendo discutidos na Conferência Internacional de Confinadores (Interconf), que acontece em Goiânia. O encontro reúne mais de 1300 confinadores do país e do exterior. O presidente da Assocon, Ricardo Merola, diz que a redução já era esperada. “É um problema muito grave. Os mercados que a gente exportava começaram a não pagar as carnes que estavam chegando na Europa, houve um problema também de crédito deles. Com isso o mercado todo reduziu muito, retraiu. A Bolsa sinalizou um preço futuro baixo para os padrões de boi magro que nós tínhamos, então todo o confinamento pisou no freio. Nós estamos vendendo hoje nossos bois confinados abaixo do custo, nós estamos operando no vermelho”, diz. A Conferência Internacional de Confinadores termina nesta quinta-feira.

Fonte:  Globo Rural

Data: 17/09/2009

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro