Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Como evitar mastite em vacas leiteiras

A mastite é, sem dúvida, um dos principais problemas enfrentados por produtores de vacas leiteiras do Brasil. De acordo com estudos realizados pela Embrapa, em abril deste ano, cerca de 15% dos rebanhos do país possuem esta doença, causadora de inflamação nas glândulas mamárias, e que compromete consideravelmente a qualidade do leite, trazendo grandes prejuízos no segmento, principalmente por conta de veterinários e remédios. 

Entretanto, as boas práticas de manejo podem evita a doença, por meio de ações preventivas.

E foi pensando nisso que o Sebrae-RJ, juntamente com algumas instituições parcerias, criou uma cartilha, intitulada “Guia Prático da Produção Intensiva de Leite”, com várias dicas básicas que podem contribuir para a diminuição da doença.

Uma delas é prezar por um estabelecimento limpo, seco e arejado para o rebanho, já que sujeira e a umidade são propícias aos microorganismos, que se alimentam de matérias orgânicas, tais como esterco, capim, leite etc.

Outra dica é tentar manter as vacas menos estressadas possíveis, sobretudo durante o verão, quando elas ficam mais agitadas, sendo que isso pode comprometer o sistema imunológico das mesmas, favorecendo o aparecimento da mastite. Por isso, é importante garantir um mínimo de conforto térmico no ambiente, com boa ventilação.

A cartilha destaca ainda a importância de se cuidar dos procedimentos de pré-ordenha, com atendimento e uso de antissépticos eficazes, limpeza, eliminação dos primeiros jatos de leite, observação criteriosa deste leite na busca de coágulos, dentre outros.

É preciso ainda criar mecanismos para eliminar as moscas do rebanho, pois elas são agentes transmissores de doenças, inclusive os da mastite. Estes são apenas algumas das dicas, sendo que o controle da mastite vai mais além.

 

Para garantia de um rebanho saudável e leite de qualidade os produtores devem investir em cursos que aprimore seu conhecimento sobre o assunto. Veja aqui.

Fonte: Orege fundação

Data: 29/09/2016

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro