Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Principais causas das cólicas nos equinos

Uma das doenças que mais causam desconforto e dor abdominal no animal é a Cólica Equina. Ela é resultante de alterações no aparelho digestivo e pode ser dividida em primárias e secundárias, dependendo da origem. A primária, por exemplo, tem origem na distensão do estômago ou intestino, com o acúmulo de alimento, gás ou líquido, ou de espasmos e distúrbios causados pelos movimentos peristálticos. Já a cólica secundária é oriunda de afecções do peritônio, baço, rins e muitas vezes de intoxicações alimentares.

O sinal mais evidente é sem dúvida a inquietação, seguida de movimentos de raspar o chão com a pata, sapatear, escoicear ou deitar e levantar com frequência.

Outro sinal é que o animal passa a expor o pênis sem urinar ou mesmo urinar várias vezes ao dia, e em pequenas quantidades, dentre outros.

As dores abdominais podem durar cerca de 10 minutos, com intervalos de relaxamento, ou ser contínua. Neste último caso o animal pode apresentar sudorese abundante, respiração ofegante e movimentos bruscos e involuntários.

Com o tratamento, é possível eliminar a dor do animal. Porém, é preciso que o médico veterinário saiba indicar qual tratamento mais adequado para cada caso, ou seja, se será apenas médico ou mesmo passível de cirurgia.

A prevenção, no entanto, é o melhor caminho, com manejo correto, cuidado com os dentes do animal e escolha de uma alimentação que possa ser digerida com mais facilidade.

 

Saiba como diagnosticar esse tipo de enfermidade e quais os métodos de tratamento a serem aplicados.  Clique aqui.

Fonte: InfoEscola

Data: 01/06/2016

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro