Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Famílias temem separação caso não-índios tenham que deixar a Raposa Serra do Sol

Os não-índios casados com indígenas temem ter que desmembrar suas famílias, caso o STF - Supremo Tribunal Federal, decida pela constitucionalidade da homologação contínua da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. O julgamento está previsto para o dia 27. No distrito de Surumu, município de Pacaraima (215 km de Boa Vista), grande parte da população indígena é casada com agricultores, como é o caso da macuxi Elielva dos Santos. Ela é mulher de um produtor rural de Tocantins há oito anos. “Se a gente está nessa luta, não é pelos produtores de arroz, é por nossa família”, defendeu. O agricultor Adilson Gomes da Costa, casado há seis meses com uma indígena da etnia macuxi, teme ter que deixar a terra onde mora. “Acho isso tudo uma injustiça. Eles não têm o direito de separar a gente”, desabafou. O coordenador do projetos da Raposa Serra do Sol do CIR -Conselho Indigeista de Roraima, Jacir José de Souza, afirma que casos como esses serão cuidadosamente avaliados. “Nós também defendemos as pessoas que fazem o papel de indígenas, que estão lutando, defendendo seus filhos”, assegurou. O CIR é a favor da retirada dos produtores de arroz da Raposa Serra do Sol.

Fonte: Globo Rural

Data: 18/08/2008

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro