Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Inseminação Artificial em Cães

Com o crescimento do mercado cinófilo a procura por biotecnologias da reprodução de cães passou a crescer. A biotécnica mais usada é a Inseminação Artificial (IA) que permite aproveitar os animais de alto valor zootécnico sem precisar ter custo com o deslocamento, hospedagem e acompanhamento reprodutivo.

Na IA pode-se usar sêmen refrigerado ou congelado, e a possibilidade de se usar sêmen congelado também permite a criação de bancos de sêmen. Esta biotécnica permite proteger os animais de doenças sexualmente transmissíveis, assim como proteger o macho da fêmea, ou vice versa, nos casos de não reconhecimento, e também permite reduzir a consanguinidade.

O sêmen para ser submetido à refrigeração ou congelamento deve ser adicionado ao diluente que permitirá conservar a qualidade seminal por algumas horas ou anos. Os diluentes são meios isotônicos, pouco tóxicos e podem ser preparados ou adquiridos comercialmente. As doses inseminantes variam entre autores, podendo variar de 150 a 350 milhões de espermatozóides móveis totais.

Os Médicos Veterinários que desejam trabalhar com biotecnologia da reprodução em cães devem aperfeiçoar seus conhecimentos por meio de cursos específicos na área.

 

Veja técnicas da inseminação artificial em cadelas que colaboram para o melhoramento genético. Clique aqui.

Fonte: Ciência Animal

Data: 07/07/2016

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro