Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
O uso da radiografia na medicina veterinária é essencial

O uso da radiografia na medicina veterinária é essencial pois, oferece muita informação com qualidade para um diagnóstico eficaz do mal sofrido pelo animal.

Segundo o professor do CPT Cursos Presenciais Dr. Bruno Divino Rocha, a radiologia é o método de diagnóstico por imagem auxiliar mais antigo, mais importante e o mais utilizado na rotina da clínica veterinária. É um método com melhor relação custo/benefício para avaliar o tecido ósseo e os pulmões. 

Algumas regiões que geralmente necessitam ser feitas radiografias em cães e gatos são: abdômen, permite avaliar os órgãos abdominais, principalmente do sistema digestório, quanto a sua localização, densidade e tamanho; trânsito gastrointestinal, estudo radiográfico contrastado do sistema digestório e permite avaliar processos obstrutivos, alterações da mucosa entérica e, em alguns casos, gástrica, entre outros; urografia excretora, estudo radiográfico contrastado dos rins, ureteres e bexiga urinária; uretrocistografia; estudo radiográfico contrastado da bexiga urinária e uretra; tórax, permite avaliar silhueta cardíaca, campos pulmonares, traquéia torácica, esôfago torácico, cúpula diafragmática, gradil costal, esterno, entre outros; coluna vertebral (coluna inteira, cervical, dorsal, lombar, entre outras) para um correto posicionamento e interpretação radiográfica da coluna vertebral, o ideal é que o animal permaneça relaxado durante o exame; membros torácicos todas as radiografias são realizadas com os animais sem sedação, com exceção dos muito agitados ou agressivos, para uma avaliação radiográfica mais precisa, sempre é sugerido duas incidências de cada região; membros pélvicos todas as radiografias são realizadas com os animais sem sedação, com exceção dos muito agitados ou agressivos, ou para o diagnóstico definitivo de displasia coxofemoral; membros displasia definitiva é o exame que avalia o grau de displasia e se o cão pode ou não entrar em reprodução, é diferente de uma radiografia convencional das articulações coxofemorais, realizada quando o animal apresenta claudicação; crânio, permite avaliar calota craniana, seios da face, bulas timpânicas, processos dentários, articulações têmporo-mandibulares, a maioria das radiografias de crânio são realizadas com o paciente sob sedação, principalmente se forem para avaliar a face ou problemas dentários.

Assim, a capacitação profissional em interpretação de imagens radiográficas de forma adequada, além da realização de novas técnicas radiográficas e confecção de laudos radiográficos são importantíssimos aos médicos veterinários.

Fonte: CPT Cursos Presenciais

Data: 21/03/2013

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro