Ministério quer zerar tarifas de importação de adubo e nutrientes

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Ministério da Agricultura proporá à Camex (Câmara de Comércio Exterior) a redução a zero do imposto de importação de fertilizantes e suas matérias-primas. O colegiado de ministros deve analisar o pedido na reunião de 29 de julho, quando fará a reavaliação semestral da lista de produtos da TEC (Tarifa Externa Comum) adotada pelos países-membros do Mercosul. A agricultura argumenta que as cotações internacionais desses insumos pressionam para cima os custos de produção. A tendência pode encarecer ainda mais os preços dos alimentos básicos, o que significaria pressão extra sobre a inflação. Ao zerar as alíquotas, o Ministério espera aumentar a oferta de fertilizantes e estabilizar as cotações internas desses produtos. Em audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, voltou a acusar a existência de um "oligopólio" de fornecedores de fertilizantes.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados