Odontologia Equina: como atuar no cuidado dos dentes dos cavalos?

  •   
  • 1.1K
  •  
  •  
  •  
Odontologia Equina

A Odontologia Equina é uma área que vem ganhando cada vez mais destaque no mundo veterinário. Isto porque os criadores estão percebendo que o cuidado com os dentes dos cavalos é primordial em diversas situações e influenciam o bem-estar e desempenho dos animais.

Um cavalo com problemas nos dentes pode sentir muita dor, perder completamente o rendimento, ter dificuldades para se alimentar e a falta de cuidados odontológicos pode fazer o criador perder seu investimento feito em boas formulações de ração e até mesmo na reprodução.

Para atuar no cuidado dos dentes dos cavalos, você precisa, antes de mais nada, ter conhecimento dos motivos que levam as dores, os principais sintomas e a importância de cuidar da saúde bucal dos equinos.

Neste artigo vamos explicar tudo isso, além de abordar o que a odontologia equina estuda e as oportunidades de trabalho na área. Confira!

O que a área estuda

A Odontologia Equina é considerada uma especialidade dentro da Gastroenterologia devido a sua importância e complexidade.

A odontologia tem a função de retomar o equilíbrio da mordida, por meio de anormalidades encontradas na coroa clínica, molares, incisivos, retiradas das pontas de esmalte, dentre outras, como forma de aprimorar a anatomia bucal. 

Sendo assim, a área estuda as alterações que podem surgir na cavidade oral dos equinos, as doenças odontológicas, formas de identificá-las, além da prevenção e tratamentos.

Importância de cuidar da saúde bucal dos equinos

Os distúrbios odontológicos quando não diagnosticados a tempo podem fazer o cavalo sofrer, reduzir sua performance e vida útil. Nem todos sabem, mas assim como os humanos, os cavalos também costumam sofrer com dores de dente. Aliás, como seus dentes não param de crescer, as dores costumam ser ainda mais comuns.

Um agravante para a dor é que o crescimento de 3mm por ano dos dentes cria pontas em excesso, já que o grau de desgaste nem sempre é o mesmo que o de crescimento. Essas pontas machucam a boca do animal, formando feridas na língua e bochechas que causam dificuldades na hora de se alimentar. 

Isso prejudica tanto a mastigação quanto a digestão, o que é um grande problema já que esses animais passam cerca de 18 horas por dia se alimentando. 

Outro problema é que muitas vezes os donos demoram a perceber e os animais que sofrem com a dor começam a comer menos e a perder massa corporal, o brilho do pêlo e dos olhos. Além de perder o rendimento, se tornar mais agressivo ou atípico, o animal pode até mesmo morrer por causa de complicações causadas pela má alimentação/mastigação.

Para apresentar melhor mastigação e digestão, os cavalos precisam estar em constante manutenção. Assim eles vão conseguir aproveitar melhor o alimento, fazendo com que ele chegue ao trato digestivo bem triturado diminuindo o risco de cólica e demais problemas. 

Por isso é extremamente importante investir nos cuidados da saúde bucal, já que a mesma influencia em toda a fisiologia do animal, e é fundamental para melhorar seu desempenho e produtividade.

Dessa forma, os cuidados odontológicos devem ser considerados muito além de um simples tratamento, é fundamental que sejam feitos de maneira preventiva e com um médico veterinário especialista.

Principais problemas tratados pela Odontologia Equina

Veja alguns problemas graves e comuns que estão relacionados à dentição:

  • Cauda de Andorinha;
  • Dente de Lobo;
  • Diastema;
  • Excesso de ponta de esmalte;
  • Maloclusão;
  • Desordens de erupção;
  • Ganchos;
  • Cárie;
  • Fraturas Dentárias.

Essas alterações estão diretamente relacionadas com o alto índice de descarte de potros(as) na doma, queda no desempenho de cavalos atletas, casos de cólica e baixo escore corporal, já que essas alterações alteram a biomecânica da mastigação, prejudicando a digestibilidade dos alimentos. 

Por esses motivos, uma atenção maior deve ser dada dentro da clínica de equinos para esses problemas.

Principais sintomas para identificar dores de dentes dos cavalos

A melhor forma de identificar a dor de dente dos cavalos é por meio da observação de seu comportamento. Ao notar os seguintes sinais, o criador deve procurar imediatamente por um especialista na área odontológica a fim de evitar o agravamento do problema. 

Fique atento se o animal apresentar:

  • Dificuldade para mastigar ou engolir;
  • Salivação excessiva durante a mastigação;
  • Sangue na saliva;
  • Grãos inteiros caindo da boca ou de forma nítida nas fezes;
  • Movimentos de torção com a língua;
  • Perda de peso;
  • Cólicas;
  • Arrancadas repentinas;
  • Resistência ao comando pela embocadura.

Estes são apenas alguns dos vários sinais que o Médico Veterinário precisa identificar para realizar o diagnóstico de maneira precisa e assertiva.

Como os problemas dentários podem reduzir o desempenho dos animais, principalmente dos cavalos atletas, os criadores que percebem algum problema devem procurar soluções que realmente resolvam os seus problemas, com tratamentos confiáveis e que evitem perdas nos investimentos realizados com a criação dos seus cavalos.

Principais etapas do exame odontológico em equinos

O exame odontológico em equinos possui diversas etapas, sendo as principais:

1 – Anamnese;

2 – Inspeção geral;

3 – Inspeção dos dentes incisivos;

4 – Contenção do cavalo;

5 – Colocação do abre-boca;

6 – Inspeção dos dentes caninos, pré-molares e molares;

7 – Anotação.

É preciso ter muito conhecimento e experiência prática para garantir o bem-estar animal e ganhar a confiança do criador. Por isso, o médico veterinário precisa estar bem capacitado.

Oportunidades de trabalho na área

Dados apontam que a maioria dos cavalos, principalmente os estabulados, necessitam de algum tratamento odontológico ao longo da vida. Os problemas são diversos, sendo que as desordens orais são responsáveis por 10% dos atendimentos em equinos.

Como a sanidade e o funcionamento dentário adequado são fundamentais para o pleno desenvolvimento e desempenho dos equinos, os médicos veterinários especializados em odontologia equina podem encontrar muitas oportunidades de trabalho nessa área. 

Agora que ficou claro a importância de cuidar da saúde odontológica dos cavalos e as oportunidades de trabalho na área, que tal aprender de forma prática e objetiva a examinar, diagnosticar e tratar as doenças dentárias, que são as desordens orais mais comuns nos equídeos? Conheça o Curso de Odontologia Equina do CPT Cursos Presenciais.

Com o do estudo anatômico da boca e dos dentes, da fisiologia da mastigação e influência na nutrição, reconhecimento das alterações e tratamentos, o curso oferece ao aluno a oportunidade de atuar com segurança e oferecer cuidados em uma área que valoriza a qualificação profissional.

Fontes:

Compre Rural, Cursos CPT, Escola do Cavalo, 3º Tempo

  • 1.1K
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados