Quais os sintomas e tratamento da influenza equina?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A influenza equina é uma moléstia causada por vírus e é altamente contagiosa, uma vez que é contraída pela inalação. Geralmente a doença acomete os animais de um a três anos de idade.

O vírus da influenza equina pertence à família dos ortomixovírusexistindo dois subtipos, influenza A/Equi-1 e influenza A/Equi-2, que são classificados de acordo com as características antigênicas das glicoproteínas de superfície, a hemaglutinina (HA) e a neuraminidase (NA). Os vírus A/Equi-1 possuem uma H7HA e uma N7NA e os vírus A/Equi-2, uma H3HA e uma N8NA.

Após o animal ser acometido pelo vírus, ele infecta as células epiteliais que envolvem as vias aéreas inferiores e superiores provocando a perda dos cílios. O período de incubação é de um a três dias, a propagação da doença é rápida, com 100% de morbidade em populações melindrosas. Porém, em casos não complicados a taxa de mortalidade é baixa, exceto em potros.

Os animais acometidos pela doença apresentam quadro de tosse; secreção nasal; febre; depressão; letargia; inapetência; rigidez e edemaciamento de membros inferiores.

A confirmação da doença após o aparecimento dos sintomas é feito através de exames laboratoriais, que isolam o vírus, detectando a doença.

Os animais doentes devem ser isolados dos animais sadios, reduzindo o nível de vírus aos outros animais, e não podem ser submetidos a estresse indevido e desnecessário; devem ficar em repouso total, pois reduz a gravidade dos sinais clínicos, minimiza a excreção viral e encurta o período de recuperação.

Os animais doentes devem ser bem alimentados, com alimento e água de qualidade.Os medicamentos utilizados no tratamento são as drogas anti-inflamatórias não esteroides (AINEs) que abaixam a febre, eliminam a mialgia e melhoram o apetite.

Todo o tratamento e acompanhamento dos animais doentes e saudáveis devem ser feito por um médico veterinário capacitado.É importante saber que existem vacinas para a doença, mas elas não evitam o contágio, apenas amenizam e dificultam uma possível contaminação pelo vírus da influenza equina.

 

Como reconhecer os sintomas e tratamento da influenza equina?

Dicas para identificar a saúde dos equinos. Confira.

Como mensurar a temperatura e a  frequência cardíaca dos equinos?

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 9 de outubro de 2013

Artigos Relacionados