Notícias e Informativos






O CPT Cursos Presenciais garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
A importância do anestesista veterinário

A anestesia aplicada em pacientes que necessitam de sedação, relaxamento muscular e ausência de dor, em casos de intervenção cirúrgica, exames diagnósticos ou procedimentos ambulatoriais, requer profissionais especializados no assunto, que possuam grandes habilidades e sejam extremamente capacitados para executá-la.

É de responsabilidade desse profissional não somente o controle da dor durante o procedimento, mas também a avaliação pré-operatória do animal, a escolha técnica da anestesia mais adequada a cada paciente e a manutenção dos sinais vitais, como pressão arterial, batimentos cardíacos e a frequência respiratória, dentre outras funções do organismo. O anestesista veterinário deverá estar ao lado do animal antes, durante e após o procedimento.

Dois tipos de anestesia são os mais comuns:

- Anestesia Geral (onde o animal dorme durante todo o procedimento e o efeito ocorre em todo o organismo),  podendo ser a Inalatória ou Intravenosa Total (na quais fármacos injetáveis são utilizados, de forma controlada);

- Anestesia Locorregional (onde somente uma parte do corpo é anestesiada e o animal pode ficar acordado ou sedado), como a anestesia local, troncular, bloqueio de plexos nervosos e bloqueios espinhais (Peridural e Raquianestesia).

O tipo de procedimento é que vai determinar qual anestesia deve ser administrada, dependendo, também, das condições de saúde do animal. Isso visa diminuir os riscos anestésicos e proporcionar mais conforto ao paciente.

São raras as complicações com a anestesia atualmente, devido aos estudos e pesquisas nessa área, hoje é considerado um procedimento seguro. Com os equipamentos, técnicas apuradas e principalmente com conhecimento da área, o anestesista veterinário consegue reduzir ao máximo os riscos de acidentes anestésicos, empregando além do seu conhecimento diferenciado, a perícia e a experiência necessárias para o sucesso do seu trabalho.

Não se deve aceitar informações de leigos ou profissionais sem experiência na área, pois existe muita desinformação sobre anestesia, fato que pode gerar mais dúvidas e medo, além de colocar em risco a vida do animal. Somente o anestesista veterinário estará apto a esclarecer todas as dúvidas a esse respeito.

Você médico veterinário por acaso saberia realizar esse procedimento com total confiança? Ou está apto para intervir em um processo cirúrgico?  E mais, saberia quais as principais medidas adotadas em casos de complicações?

Essas e outras perguntas nunca se calam não é mesmo? Então venha ampliar seu conhecimento e garantir seu sucesso profissional. Confira aqui.

Dúvidas sobre o assunto? Clique aqui.

Fonte: Equipe Revista Veterinária

Data: 13/04/2017

  • imprimir
  • contato
  • twitter
  • facebook
  • orkut
Notícias relacionadas! Veja mais notícias »
  • twitter
  • facebook
  • google+
  • You Tube
  • Linkedin
  • Bradesco
  • Master Card
  • Visa
  • Itaú
  • Site seguro