Renda menor no campo

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Agosto não foi um bom mês para o produtor rural mineiro. Avaliando a renda média do agricultor e do pecuarista, medida pelo IPR (Índice de Preços Recebidos) pela venda de seus produtos agrícolas, os pesquisadores da Ufla (Universidade Federal de Lavras) chegaram à conclusão de que o resultado foi negativo no mês. A queda média foi de 0,08%, seguindo uma tendência já registrada em julho, quando o IPR também recuou 4,97%. Já no acumulado do ano, o IPR ainda está em alta, de 14,19%. Segundo o levantamento da universidade, a diminuição de renda do produtor rural em agosto está localizada na pecuária leiteira, com queda de 3,74% no preço do leite fluido tipo C pago ao pecuarista em plena entressafra e no preço do milho, cuja cotação caiu 6,79% no campo. Também alguns hortifrutigranjeiros contribuíram para essa situação de perda de renda no campo, a exemplo dos preços do tomate, que apresentaram queda de 40,74% e da couve-flor, com retração de 34,78%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 1 de setembro de 2008

Artigos Relacionados