[VETERINÁRIO] Descubra como se destacar na clínica de pequenos animais

  •   
  •   
  • 394
  •  
  •  
  •  
  •  

Muitos médicos veterinários já sabem que os exames de diagnóstico por imagem em pequenos animais podem ajudar, e muito, rotina do dia a dia da clínica ou hospital veterinário. E você? Já investe nisso? Se ainda, não chegou o momento de descobrir os principais motivos para fazê-lo.

A cada dia que passa, a competitividade no mercado de pequenos animais cresce mais. Por isso, é extremamente importante se destacar para conquistar e atender um maior número de pacientes. Então, investir em algo que dê ao seu trabalho o diferencial necessário é um passo gigantesco para aproximar mais clientes. Afinal, grande parte dos atendimentos veterinários que necessitam de diagnóstico rápidos os exames de diagnóstico por imagem são utilizados.

Dominá-los não apenas pode proporcionar a sua carreira profissional um diferencial. Além disso, conhecer a fundo o diagnóstico por imagem em pequenos animais vai gerar mais fidelidade com seus clientes. Aliás, qual tutor não gosta de ver seu “filho de quatro patas” recebendo um tratamento diferenciado e ainda entender tudo que está passando na consulta?

O mercado está carente de profissionais com a especialização em diagnóstico por imagem. Por isso, as possibilidades e ganhos financeiros para o médico que o domina são imensos. Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, siga conosco e entenda os motivos de esse investimento ser uma ótima ideia!

Métodos de diagnóstico por imagem em pequenos animais

Não se pode negar que a cada dia mais a medicina veterinária avança, e os exames de imagem são instrumentos que mudaram consideravelmente a forma de obter informações do quadro clínico do paciente. Isto é, com o auxílio tanto da ultrassonografia quanto da radiologia o diagnóstico ficou ainda mais rápido e objetivo.

Radiologia

Embora seja uma das técnicas mais antigas, ainda é muito utilizada para obter diagnósticos de uma série de anomalias. Basicamente, podemos definir que essa técnica, por meio de exames de raio x, consiste no registro de imagens diversas das estruturas do organismo. Certamente, o raio x é um dos equipamentos mais populares do mundo.

Na medicina veterinária, suas principais utilizações são:

  • distúrbios na coluna;
  • planejamento cirúrgico;
  • pós-operatório ortopédico;
  • observação de estruturas ósseas e articulares;
  • identificação e acompanhamento do desenvolvimento de fraturas.

Ultrassonografia

Já a ultrassonografia é um método de diagnóstico por imagem em pequenos animais mais avançado e menos invasivo. Em resumo, com o exame de ultrassom é possível visualizar imagens da estrutura interna do animal, o que proporciona um estudo mais detalhado do paciente.

É um método mais versátil que vem avançando cada vez mais e traz versões diferenciadas, com imagens em alta resolução e até coloridas. De fato, toda essa evolução transformou o ultrassom em um dos maiores aliados do diagnóstico por imagem em pequenos animais.

Confira alguns casos que o uso do ultrassom veterinário é indicado:

  • alterações gástricas;
  • suspeita processo obstrutivo;
  • diagnóstico de gestação precoce;
  • avaliação das glândulas adrenais;
  • avaliação das estruturas oculares;
  • investigações de doenças pulmonares;
  • alterações da próstata ou do trato urinário;
  • diagnóstico de ruptura do ligamento cruzado;
  • monitoramento de doenças cardíacas (especialmente se o equipamento tiver a função doppler).

Devido a sua versatilidade, as possibilidades do uso do ultrassom são imensas. Quer aprenda como obter resultados extraordinários na clínica de pequenos animais utilizando ele? Então, confira esse e-book:

Embora não seja uma grande novidade para os profissionais do setor, nos últimos tempos, os aparelhos foram aperfeiçoados e atualizados. Nesse sentido, ficou mais fácil operá-los, interpretar seus resultados e correlacioná-los aos de outras informações clínicas do paciente. Ou seja, o uso do ultrassom é uma peça chave para o bom atendimento e ficou indispensável na rotina dos profissionais.

Mas, é importante lembrar que para um melhor aproveitamento tanto na ultrassonografia quanto na radiologia é necessário um treinamento intensivo para a interpretação de cada caso. Por isso, separamos alguns motivos que vão te convencer que você, médico veterinário, precisa se especializar na área. Quer saber quais são? Então, acompanhe o próximo tópico!

Por que se especializar na área?

Se você atua com pequenos animais, já deve ter percebido que houve um aumento significativo na busca de serviços na área. Por certo, esse crescimento é devido a quantidade de animais doméstico de estimação. E, que o mercado pet também está em ascensão devido a mudança no comportamento dos tutores. Inegavelmente, os pets ganharam um status de membros da família. Essa relação mais próxima e humanizada fez com que a procura de serviços veterinários ficasse mais movimentada.

Grande parte dos médicos veterinários já percebem que os tutores estão mais atentos aos avanços da medicina veterinária e à saúde de seus “filhos de quatro patas”. Mas, não podemos deixar de destacar que há bastante concorrência na área. Então, para que o médico veterinário conseguia atender a demanda é essencial que esteja preparado e altamente capacitado.

Se parasse por aqui já ficaria bom, não é mesmo? Mas, separamos 3 benefícios que conhecê-los a fundo pode trazer para você, médico veterinário. Confira:

#3 Vantagens dos profissionais que detém esse conhecimento

#1 Maior demanda e diferencial pelo seus serviços

Os benefícios da utilização de métodos de diagnóstico por imagem são muitos. Por exemplo, garantir a exatidão e precisão na análise. Sem dúvidas, o profissional que detém esse conhecimento e tem o equipamento em mãos, possui um diferencial  enorme na hora de conseguir novos clientes.

#2 Transmite mais credibilidade

Além de facilitar o trabalho e fazer com que você, médico veterinário, seja referência na área, oferecer um diagnóstico fidedigno às condições do animal é uma excelente maneira de transmitir maior credibilidade aos seus clientes.

Isso ocorre, pois as pessoas têm tendência a confiarem em recursos tecnológicos mais avançados. Ainda mais, não são raros os clientes que confiam mais em profissionais que além de possuir saibam manusear corretamente os equipamentos desse porte.

#3 Mais valor agregado ao atendimento

O uso de equipamentos de diagnóstico por imagem em pequenos animais é importantíssimo para que seus clientes confiem mais em você, além de te tornar uma autoridade no assunto. Uma vez que, podemos dizer que essa é uma das formas de fidelizar os clientes, abrir novos mercados e valorizar os serviços prestados.

Atualmente, já é possível perceber que os tutores valorizam cada vez mais o profissional que tem uma especialização.

Pós-graduação em diagnóstico por imagem em pequenos animais

Você já viu ao longo desse artigo que a demanda por atendimento em pequenos animais tem crescido absurdamente e consequentemente a busca por profissionais também. Portanto a concorrência é evidente, por isso o profissional que almeja aumentar seu número de atendimentos e sua lucratividade precisa se especializar.

A especialização em diagnóstico por imagem em pequenos animais além de aumentar os ganhos, pois segundo pesquisas, um pós-graduado chega a receber até 100% a mais em seus rendimentos, se comparado ao profissional que não tem. E mais, os profissionais que tem um aparelho de ultrassom, por exemplo, podem ainda atuar com um modelo volante.

Entretanto, é importante ressaltar que a escolha da instituição que se vai cursar deve ser criteriosa e seguir alguns padrões, como por exemplo:

  • Ser relevante na sua área de atuação
  • Ter uma boa reputação no mercado de trabalho
  • Dispor de professores qualificados e com experiência na área
  • Possuir uma estrutura e equipamentos de boa qualidade para aulas práticas

Seus concorrentes não estão te esperando

Muitos médicos veterinários se perguntam qual é o momento correto de se iniciar uma pós-graduação, se este é o seu caso precisamos te dizer que o um dos principais motivos de você considerar a possibilidade de começar logo é bem simples: os seus concorrentes não estão parados!

Enquanto você está pensando em todos os motivos para começar a pós-graduação em diagnóstico por imagem em pequenos animais, os seus concorrentes já estão se especializando, atendendo mais pacientes e conquistando um espaço no mercado que possivelmente seria o seu. Então, não perca tempo clique na imagem abaixo e confira:

Fonte: Shop Veterinário

  • 394
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Pequenos Animais

Atualizado em: 22 de abril de 2019

Artigos Relacionados