Alta dos alimentos faz ONU rever políticas de biocombustíveis

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As políticas para os biocombustíveis precisam de uma revisão urgente, afirmou a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação). Segundo a agência da ONU, a medida é necessária por conta do aumento dos preços dos alimentos causado pela crescente demanda industrial por commodities agrícolas, o que prejudica os países em desenvolvimento. Em seu relatório anual sobre a situação dos alimentos e da agricultura, a FAO afirmou que a corrida pelos biocombustíveis teve seus custos ambientais, sociais e econômicos. De acordo com o relatório, subsídios oferecidos à indústria beneficiaram os países integrantes da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em detrimento dos países em desenvolvimento. "Os biocombustíveis apresentam oportunidades e riscos", declarou o diretor-geral da FAO, Jacques Diouf. "As políticas atuais tendem a favorecer produtores de alguns países desenvolvidos. No entanto, existe potencial para que os países em desenvolvimento se beneficiem da indústria de biocombustíveis, através dos empregos e do dinheiro que ela pode gerar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 19 de setembro de 2018

Artigos Relacionados