Aprenda a preparar um animal de elite para exposição

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Para que as qualidades fenotípicas dos animais sejam evidenciadas, a correta preparação e apresentação contribuem para a obtenção de melhores resultados. O mercado de animais de elite é extremamente competitivo e a busca pela valorização destes animais é fundamental para que estes sejam, posteriormente, comercializados a um alto valor.

O gado de elite é fruto de melhoramento genético. Contudo, para chegar a ser um grande campeão o animal recebe tratamento especializado com um manejo diferenciado, que vai desde o nascimento até a idade adulta o que engloba alimentação, acomodação, acompanhamento veterinário, transporte para as grandes feiras do país, entre outros. Segundo especialistas, chegar ao que os criadores consideram gado de elite, bois e vacas que alcançam altos valores em leilões, não é nada fácil.

Animais de alto valor demandam cuidados especiais. Os cuidados em eventos com animais de alto nível começam muito antes de exposições, leilões e feiras. O trabalho de preparação dos animais é iniciado anteriormente à data de realização dos eventos e leva em consideração: logística da propriedade, identificação de indivíduos potenciais, instalações e infraestrutura, categorias animais, preparação dos animais, doma racional, mão de obra, manejo alimentar, manejo reprodutivo e estudo de mercado.

De acordo com José Ferreira Pankowski, zootecnista da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), o primeiro e mais importante investimento do pecuarista que está pretendendo se dedicar à criação do gado de elite deve ser a contratação de uma assessoria técnica especializada. Ter uma assistência técnica é fundamental, pois o trabalho com animais de elite exige muita experiência por parte dos criadores. Quem participa de exposições e aprecia os imponentes e belos animais de grande porte expostos nas pistas de julgamento ou sendo puxados por seus tratadores, nem imagina o trabalho que seus proprietários tiveram para que eles chegassem àquela docilidade e vigor físico.

Durante as exposições umas das primeiras preocupações é com a parte física e com a parte de aprumos, para que não haja nenhuma lesão, e o animal se apresentem bem.

O manejo alimentar requer muitos cuidados, pois os animais de elite apresentam muitos problemas digestivos, tem que ter preocupação com a qualidade da alimentação, quantidade, manter a mesma alimentação que existe na fazenda.

Para quem quer investir ou trabalhar na preparação de animais para exposição é fundamental buscar capacitação em um curso que ofereça informações sobre mercado, manejo e apartação direcionados para a exposição, bem como as etapas para preparação e apresentação dos animais.

Silvana – Equipe CPT Cursos Presenciais CPT Cursos Presenciais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de Maio de 2018

Artigos Relacionados