Bahia começa a imunizar bovídeos contra febre aftosa

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Durante o mês de novembro, 11 milhões de bovinos e bubalinos da Bahia devem receber a vacina contra febre aftosa. São cerca de 265 mil propriedades nos 417 municípios do estado. “Há 11 anos, não registramos casos da doença. O trabalho é intenso há nove anos e, nos últimos três anos, é feito no sentido de manter o status de área livre da doença com vacinação. Para isso, redobramos a atenção com o trânsito dos animais nas áreas de divisa, que são muitas e com estados de diferentes classificações sanitárias de febre aftosa”, enfatizou a superintendente federal de Agricultura na Bahia, Maria Delian Sodré. Na primeira fase da campanha de 2009, realizada em maio, 97% do rebanho foi vacinado. Para fiscalizar o trânsito dos animais, existem 41 barreiras fixas e 20 grupos volantes. A revenda da vacina é feita em 710 pontos. A bovinocultura e caprino-ovinocultura baianas são baseados em sistema extensivo de criação, em que 50% são pequenos produtores. A Bahia tem 196 laticínios sob inspeção estadual e 27 matadouros-frigoríficos sob inspeção estadual e federal. Após a campanha o proprietário tem 15 dias para apresentar o comprovante de vacinação nas unidades veterinárias regionais e locais ou nos escritórios comunitários, somando 428 postos de atendimento em todo o estado.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados