Benefícios da ultrassonografia para a reprodução bovina

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O emprego do equipamento de ultrassonografia tem se difundido cada vez mais entre os profissionais da medicina veterinária para uso na pecuária bovina, por ser uma técnica moderna, precisa e não-invasiva.

Quando corretamente utilizada, a Ultrassonografia apresenta alta precisão, permitindo o diagnóstico precoce da gestação e a avaliação reprodutiva de forma rápida para a tomada de decisão no manejo reprodutivo. Contudo, assim como outras técnicas que utilizam métodos baseados no diagnóstico por imagem, a Ultrassonografia requer o treinamento e aprendizado técnico para a correta interpretação da imagem, associada ao exame detalhado do animal.

O incremento da produtividade dos rebanhos é função não somente da produção obtida/vaca, mas também de um adequado desempenho reprodutivo.

Após o parto, com o auxílio de um aparelho de ultrassom, as atividade dos ovários e o processo de regressão uterina devem ser monitorados a fim de avaliar as relações entre o manejo nutricional, condição corpórea e reprodução. A ultra-sonografia permite ainda determinar a idade do feto, assim como o sexo. Em vacas, a presença do embrião e identificação dos batimentos cardíacos podem ser determinados 30 dias após a cobertura ou inseminação com 100% de acurácia. A sexagem do embrião é também realizada entre 60 e 75 dias após o serviço, com aproximadamente 95% de eficiência.

O treinamento do médico veterinário para a realização de exames reprodutivos em bovinos por meio de ultrassonografia permite sua inserção em um mercado restrito e bem remunerado para prestação de serviços especializados.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados