Boi gordo: expectativa de preço maior

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após um mês de janeiro de fraca comercialização no mercado do boi gordo, a expectativa é de aquecimento em fevereiro, com preços mais altos. Até a semana passada, a oferta permaneceu baixa e os preços praticamente estáveis. A partir de agora é esperado aumento da demanda, pois os estoques estão baixos e as escalas de abate, curtas. Início de mês normalmente vem acompanhado de aumento no consumo de carne, em razão do aumento da renda das famílias. Em fevereiro esse efeito tende a ser ainda mais significativo, pois acaba o recesso escolar e a demanda por carne que será utilizada em merenda cresce. Há, ainda, o fator câmbio, que pode estimular as exportações. Segundo a Scot Consultoria, no Triângulo Mineiro a oferta escassa já fez o preço do boi gordo subir para R$ 68 à vista e R$ 70 a prazo, livres do Funrural. No Centro-Oeste as chuvas mantêm o mercado firme. Em Campo Grande (MS) a arroba continua sendo negociada a R$ 68 à vista e R$ 70 a prazo, livres. Ainda segundo a Scot, começa a surgir preocupação de que haja concentração das vendas quando as chuvas cessarem e facilitarem os embarques.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados