Cesariana em vacas e as técnicas cirúrgicas

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A cesariana constitui de um procedimento cirúrgico onde se faz a retirada do feto através de uma abertura transabdominal do útero podendo ser realizado com o animal em estação ou em decúbito e quando realizada objetiva-se a manutenção da função reprodutiva.

Em bovinos é melhor acertada quando realizada até 18 horas após o início do trabalho de expulsão e o feto está vivo ou recentemente morto, evitando a morte da mãe.

Devem ser consideradas as seguintes indicações: estreitamento das vias fetais (angústia pélvica, abertura insuficiente ou estreitamento do canal cervical) gestação abdominal ou ectopias fetais; oclusão do colo uterino; edema de vulva e vagina; torção uterina irreversível; toxemia e paraplegia ante-parto; retenção fetal; gigantismo fetal absoluto ou relativo; monstruosidades; feto enfisematoso e impossibilidade de correção de distocia ou fetotomia.

O animal deve também ser preparado para a cesariana, quando possível deve ser feito jejum, nos cuidados com a higiene deve ser feito a tricotomia de todo o flanco esquerdo; lavagem da região com água e sabão e aplicação de solução antisséptica.

As técnicas cirúrgicas podem ser realizadas através de: incisão mediana; ventro lateral esquerda eventro lateral direita. No pós-operatório os alguns cuidados dever ser observados evitando complicações e a possível contaminação cirúrgica.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 4 de junho de 2013

Artigos Relacionados