Como fazer o plantio e o manejo de uma pastagem consorciada com Calopogônio?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Calopogônio pode ser plantado em consorciação com Brachiaria decumbens, capim-marandu e Andropogon, nos Cerrados, tanto no processo de renovação/reforma de pastagens, como em áreas novas. A quantidade apropriada de sementes do capim deve ser semeada ao mesmo tempo, com 4 kg/ha da semente da leguminosa, geralmente a lanço, seguida de incorporação com grade leve, aberta, e compactação do solo com rolo. O solo deve estar previamente preparado com arações e gradagens (subsolagem, se necessário), corrigido e adubado de acordo com suas deficiências. Em caso de reforma de pastos de braquiária, não é necessário usar sementes do capim. As sementes do Calopogônio, podem (mas não necessariamente) necessitar escarificação; recomenda-se fazer um teste. Cerca de 70 a 90 dias após o plantio feito no início das chuvas, em novembro/dezembro, faz-se um pastejo de formação com número alto de animais, por tempo necessário para rebaixar o capim, desafogando, assim, a leguminosa. Após cerca de 45 dias de descanso, o pasto já poderá ser utilizado normalmente com lotação compatível com a sua produção. De meados de março até fins de abril faz-se um diferimento do pastejo, para permitir a floração e a formação de sementes do Calopogônio.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados