Como se faz a inoculação em sementes de leguminosas? Sempre é necessário empregar inoculante específico?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Prepara-se uma solução do inoculante com um adesivo (celofax a 5%, goma arábica a 40-45% ou solução de polvilho de mandioca a 5%) e mistura-se essa solução com as sementes, até que fiquem recobertas pelo inoculante. As sementes assim inoculadas devem ser plantadas no período de 2 dias. O inoculante pode permanecer viável até 30 dias, quando as sementes são peletizadas. A inoculação nem sempre é indispensável, como no caso do Calopogônio e do Estilosantes Mineirão, que se desenvolvem satisfatoriamente, mesmo quando plantados sem inoculantes. Nem sempre é necessário usar inoculante específico: algumas espécies de leguminosas, como Siratro, Lab-lab, Calopogônio, Puerária e Soja-perene, podem ser inoculadas com o mesmo tipo de inoculante, do grupo Cowpea. Já outras espécies, como Leucena, Centrosema, Alfafa e alguns Estilosantes, requerem inoculantes específicos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados