Criadores investem em raças produtoras de carne

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As raças de bovinos voltadas para a produção de carne se tornaram o centro das atenções na 33ª Expogua. A crescente demanda por carne devido a falta de produto no mercado externo deve impulsionar a comercialização nos leilões e movimentar também os julgamentos das raças charolês, angus, brahmam, nelore e canchim. Durante a exposição serão leiloados cerca de 1.200 animais de corte e 300 de elite. Para o leiloeiro, criador e integrante da Sociedade Rural de Guarapuava, Max Ted Teixeira, o momento é de valorização do rebanho. "Esse é um processo normal. Tradicionalmente, a oferta de carne cai entre os meses de junho e novembro, mas o cenário se agravou pela redução do número de matrizes, por isso o momento é de forte demanda com o boi gordo valorizado", informou, explicando que dentro desse cenário, a região de Guarapuava vive situação contrária. "Temos melhores condições de alimentação devido às boas condições das pastagens no inverno, produção e demanda, por isso temos que aproveitar o momento", ressaltou. As boas perspectivas estão fazendo com que criadores invistam em genética, retomando a produção de gado precoce. "Hoje é possível conseguir material genético diferenciado e diminuir em até 12 meses o tempo de abate. Antes um animal que era abatido com 36 meses hoje vai bem mais cedo para o abate e isso ajuda a suprir a demanda", explicou.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 12 de setembro de 2018

Artigos Relacionados