Cuidados pós parto das éguas: confira dicas e cuidados essenciais!

  •   
  • 1.4K
  •  
  •  
  •  
Cuidados pós parto das éguas

O período de pós parto das éguas é um momento delicado tanto para a mãe quando para o filhote recém-nascido. Nesse momento é importante tomar todos os cuidados com alimentação e manejo dos animais para garantir a pronta recuperação das éguas e o desenvolvimento saudável do potro.

A gestação em equinos dura cerca de 12 meses. Se a confirmação da prenhez vier no início da estação de monta, por volta de setembro, é importante planejar as instalações para este momento. Além disso, o período pré-parto e durante o parto a égua precisa se sentir segura, sendo este um dos motivos pelo qual ele ocorre preferencialmente à noite.

De todo modo, é preciso estar acompanhando para monitorar o momento do parto e agir em cado de alguma complicação.

Muitos ainda tem dúvida sobre quais medidas tomar para garantir que tanto a égua como o potro estejam recebendo os cuidados necessários para que fiquem saudáveis. Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas. Principalmente, as ações mais aconselháveis para lidar no pós parto de éguas. Confira!

Principais cuidados pós parto das éguas

Cordão Umbilical

Após o parto,a primeira coisa que deve se ter atenção é com o cordão umbilical. Aqui, é importante saber que o momento certo para a ruptura do cordão umbilical é aquele em que já não se nota a pulsação do cordão. Como essa estrutura nos equinos é longa e espiralada, normalmente a ruptura costuma acontecer sem intervenção. Entretanto, se o cordão não romper é necessário fazer a ruptura com auxílio de tesoura ou emasculador.

Após a ruptura, o mais indicado é tratar o coto umbilical do neonato com imersão em uma solução de tinta de iodo. É importante que as paredes internas e externas tenham contato com o produto. Em seguida, outro cuidado pós parto de éguas é livrar o recém-nascido de líquidos que podem obstruir as fossas nasais.

Primeira amamentação

Outro cuidado essencial no pós-parto das éguas é acompanhar o potro e a primeira amamentação. Vale lembrar que o primeiro leite, chamado de colostro é rico em imunoglobulinas. Isso significa que é esse leite que irá atuar na formação dos primeiros anticorpos, proteger o potro de possíveis infecções e auxiliará na formação de seu sistema imunológico. Assim, como é necessário observar se ele conseguiu excretar as fezes e se seu sistema gastrointestinal está livre e funciona normalmente.

Importante: É recomendado deixar a égua e o potro bem tranquilos evitando intervenções desnecessárias.

Expulsão da placenta

O tempo normal para o descolamento da placenta é de poucos minutos. Nesse sentido, se isso não tiver ocorrido após algumas horas, é necessário solicitar a ajuda de um médico veterinário. Pois, somente ele poderá administrar alguns medicamentos para as prováveis complicações. Como por exemplo, a retenção de placenta.

Alimentação para éguas em amamentação

Esse é um cuidado no pós parto das éguas que não deve ser deixado de lado. Afinal, uma boa nutrição garante a saúde da égua recém parida, assim como o desenvolvimento do porto. Por isso, é importante fornecer uma ração de qualidade para as éguas em lactação, de acordo com as suas exigências energéticas. Isto é, essa fase suas exigências nutricionais chega ser o dobro de um animal em manutenção.

As éguas em lactação têm maiores com maiores requerimentos em:

  • Proteína
  • Lisina
  • Fósforo
  • Cálcio

Outro ponto importante é o escore corporal do animal. Já que, uma égua magra não consegue manter suas necessidades nutricionais. Consequentemente, não vai estar saudável o suficiente para produzir um leite de qualidade e nutritivo. Então, se o pasto for de baixa qualidade, o ideal é que se forneça complementos. Como por exemplo, a alfafa e outras rações que sejam ricas em proteínas, minerais e energia.

Como a égua tende a perder peso após o parto, é importante mantê-la com um escore corporal entre 5 ou 6 nos últimos meses de sua prenhez.

Manejo com éguas e potros: 5 Dicas essenciais

No período do pós parto algumas dicas extras certamente farão a diferença na manutenção da saúde da mãe e no crescimento adequado do potro.

  • Ter instalações adequadas para garantir segurança e tranquilidade, antes, durante e após o parto para éguas e potros;
  • Ter um programa nutricional para cada fase de desenvolvimento do animal para que ele expresse ao máximo do seu potencial genético;
  • Prestar os primeiros cuidados com o neonato para que ele sobreviva e se desenvolva bem
  • Estar preparado para agir em caso de emergências com a égua ou com seu filhote

Se você quer estar preparado para acompanhar o período pós-parto das éguas e agir em caso de emergências, garantindo a segurança do seu rebanho, temos uma dica especial:

Curso de Primeiros Socorros em Equinos

Fonte: Escola do Cavalo e Compre Rural

  • 1.4K
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados