Cultivo pode reforçar agronegócio mineiro

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Minas Gerais tem as condições naturais e uma posição geográfica privilegiada para incorporar o cultivo da seringueira, em grande escala, às atividades do agronegócio. A borracha que se extrai da planta é um material cada vez mais necessário ao planeta, sobretudo com a redução mundial das reservas de petróleo. As possibilidades de cultivo em praticamente todo o território mineiro são confirmadas por estudos feitos, nos últimos quatro anos, pela Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais), vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura. De acordo com o pesquisador Antônio de Pádua Alvarenga, que coordena o projeto Avaliação da capacidade dos clones de seringueira de Minas Gerais, no Centro Tecnológico da Epamig, em Viçosa, a atividade pode beneficiar inclusive agricultores familiares. “São necessárias apenas quatro pessoas para cultivar cinco hectares de seringueira, que podem garantir uma renda mensal de R$ 3 mil”, estima. “O exemplo vem da Índia, onde um volume cada vez maior de pequenos produtores vinculados a cooperativas se dedica ao cultivo de seringueiras em áreas de até um hectare.”

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados