Estado certifica fazendas

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Programa de Certificação de Propriedades Cafeeiras completa nova fase até o final de agosto, quando 380 fazendas do Estado estarão em condições de se submeter à auditagem do IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária). Depois dessa vistoria, será feita avaliação por um auditor internacional, que vai certificar as propriedades. Conforme o assessor de Café da Secretaria de Estado de Agricultura, Wilson Lasmar, o programa é o primeiro do país desenvolvido por um governo estadual. A certificação atesta que a propriedade está em conformidade com as exigências do mercado mundial. Trata-se de um instrumento importante em vários aspectos, sobretudo para Minas Gerais, porque interessa garantir a sustentabilidade desse setor, que responde por cerca de 50% da safra nacional de café. Lasmar explica que, em 2008, o Estado terá uma produção estimada de 22 milhões de sacas, com aumento de 47,9% em relação ao ano anterior, em 1,1 milhão de hectares de lavouras de café.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 24 de julho de 2008

Artigos Relacionados