Exportação de carne bovina deve aumentar

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Minas Gerais continua ampliando o número de propriedades para exportação de carne bovina na lista da UE (União Européia). Enquanto a listagem da última semana apontava para 575 unidades no Brasil, agora já são 619 fazendas aptas. Em Minas Gerais, o número saltou de 284 para 298 propriedades liberadas para comercializar com o bloco. Segundo o secretário de Estado de Agricultura, Gilman Viana Rodrigues, o sinal é positivo para o setor, pois tem havido aumento constante no número de unidades produtivas. "Para os produtores é um bom negócio, pois os animais rastreados das unidades exportadoras estão recebendo algo entre R$ 10,00 e R$ 15,00 a mais por arroba, o que acaba representando um bônus de até R$ 200,00 por animal. Esse valor, no final, acaba fazendo uma diferença brutal para o produtor", afirmou. Mas, por outro lado, os produtores não estão tendo "folga" com relação às auditorias que continuam sendo executadas. Segundo Viana, para que o produtor possa continuar comercializando com o bloco, é necessário sustentar a qualidade dos animais.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados