Fertilizante: produção está em xeque no país

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governo brasileiro abre um debate sobre as jazidas não exploradas de minérios no país e uma parte do Palácio do Planalto quer novas leis que autorizem que áreas concedidas a empresas e não exploradas sejam devolvidas ao Estado. Um dos objetivos seria a produção de fertilizantes. Segundo Célio Porto, secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, o Brasil é um dos países hoje que mais ganha com a alta nos preços das commodities. O problema é que o Brasil é um dos países agrícolas que mais dependem da importação de fertilizantes, produto que dobrou de preço nos últimos meses diante da alta no petróleo e em minérios "O país depende da importação de fertilizantes. No caso do potássio, 90% de nosso consumo vêm de fora. A situação também é complicada no que se refere ao nitrato de amônia", diz Porto. O Brasil hoje é o quarto maior importador de fertilizantes do mundo, mas produz apenas 2% do consumo mundial.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 19 de setembro de 2018

Artigos Relacionados