Mais uma ajuda para que o mercado de carne bovina volte a firmar

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As vendas de carne bovina no último final de semana foram consideradas boas pelos atacadistas paulistas. Nos últimos 15 dias, o traseiro casado reagiu 3,51%. O dianteiro, por sua vez, subiu 5,13%. O couro e o sebo também voltaram a trabalhar em ambiente firme. A valorização do couro verde de primeira linha no Brasil Central foi de 9%, levando em conta as duas últimas semanas. Enquanto isso, a arroba do boi gordo não teve o mesmo desempenho, com queda de quase 2% no mesmo período. As margens das indústrias, portanto, melhoraram. Isso pode ser ilustrado através da redução da defasagem do Equivalente Físico e do Equivalente Scot para o boi, e do aumento do ágio do Equivalente Scot Carcaça e do Equivalente Scot Desossa para o boi. Além disso, os agentes que atuam na indústria frigorífica dizem que a oferta de gado tem se mostrado reduzida nos últimos dias. Tem-se, dessa forma, um ambiente favorável à firmeza do mercado. "Se as exportações também se aquecessem, a expectativa seria melhor ainda. Vamos ver", comentam os analistas. Lygia Pimentel Médica Veterinária – Scot Consultoria http://www.scotconsultoria.com.br/

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados