Saiba como é feito o manejo racional de bovinos de corte e seus benefícios

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
manejo racional de bovinos de corte

O manejo racional de bovinos de corte é o processo no qual os animais recebem cuidados específicos para garantia do bem-estar e, consequentemente, é benéfico para o setor produtivo da pecuária.

Você sabe como funciona este tipo de estratégia? Neste texto, você entenderá a execução do manejo racional de bovinos de corte, as diferenças em relação a outras técnicas e as principais vantagens obtidas. Continue sua leitura.

Funcionamento

Primeiramente, é importante frisar que o manejo racional de bovinos de corte tem como objetivo garantir a saúde dos animais e reduzir a incidência de acidentes durante a lida. Desse modo, proporciona o crescimento produtivo do rebanho de forma saudável. 

Trata-se, portanto, de um conjunto de técnicas com base no comportamento bovino. Para tanto, os criadores  devem considerar três passos:

  1. entender o comportamento do boi para implementar técnicas de criação e de manejo seguras
  2. tratar os animais com cuidado e respeito
  3. ser responsável e evitar que o animal esteja em risco ou em situações que lhe cause estresse

Tendo em vista esses três pontos fundamentais, o manejo racional de bovinos de corte pode ser implementado com o trabalho calmo e atento do tratador, evitando movimentos rápidos e bruscos, diminuindo os barulhos, caminhando com calma pelo local e sem usar violência durante o trato e lida com o animal. Além disso, é recomendado o manejo com grupos menores de gado.

Outra estratégia crucial para o bem-estar animal é a vacinação contra febre aftosa, que é obrigatória e eficaz para manter a doença, que é altamente infecciosa,  longe do rebanho. Unem-se a essas técnicas, alimentação correta e balanceada, fornecimento de água limpa, acompanhamento periódico com veterinários especializados, supervisão das atividades cotidianas, oferecimento de espaços para que o animal possa realizar suas atividades de modo equilibrado e abrigo para proteção das alterações climáticas.

Problemas oriundos de técnicas inadequadas de manejo

O manejo conhecido como agressivo traz para o animal uma gama de problemas e, por consequência, afeta toda a cadeia produtiva. São identificados casos de lesões de graus variados, acidentes envolvendo o animal e o criador, problemas nas instalações onde o rebanho vive e, fundamentalmente, dificuldades para trabalhar.

Quando o animal é exposto a situações de risco, os prejuízos para todo o desenvolvimento da cadeia produtiva são grandes. O comportamento do boi será agressivo, com medo da aproximação de pessoas, além do desenvolvimento de diferentes patologias relacionadas ao manejo errado. 

Outras dicas sobre manejo racional de bovinos de corte

Como você pode compreender, as técnicas de manejo são mais eficientes para diminuir problemas nos locais onde o animal vive, para oferecer melhores condições de vida e otimizar a produtividade e a lucratividade.

É crucial que a equipe  que lida com manejo do animal, assim como os profissionais da área, sejam capacitados e conheçam as especificidades do cuidado animal. Por isso, é fundamental buscar conhecimento sobre a bovinocultura.

Com o Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação), você tem aulas práticas para saber se está ocorrendo erros com o manejo do rebanho. Além disso, você aprende sobre as melhores técnicas para evitar prejuízos e aumentar a lucratividade da produção.

Fontes: Boi Saúde; BelgoBekaert; UFMS; USP; COIMMA.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados