Minas facilita certificação de propriedades cafeeiras

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A certificação de propriedades rurais com cultivo de café está mais próxima do produtor mineiro. Enquanto o processo feito por certificadoras internacionais tem um custo que pode chegar a R$ 20 mil, os agricultores familiares prioritariamente beneficiados pelo Certifica Minas podem pagar o preço de uma saca café verde (não torrado) – US$ 150,00, valor variável em função da cotação do grão. O programa é o primeiro do país implementado por um governo estadual. Até o final de 2008 serão certificadas 380 propriedades. Em 2009 serão mais 800. Desde o início do ano foram contratados 20 técnicos exclusivamente para a certificação das propriedades de café, como informa o coordenador técnico estadual da Emater- MG, Julian Silva Carvalho. Com isso, o programa ganhou fôlego e, até o momento, já foram cadastrados 1.137 propriedades em todo o Estado. Os produtores interessados devem procurar os escritórios da Emater.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 21 de julho de 2008

Artigos Relacionados