O setor de ovinocultura se encontra em plena expansão

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

O ano de 2013 surge como sendo um ano promissor para o setor de ovinocaprinocultura do Mato Grosso. Em 2012 alguns setores da agropecuária mato-grossense mostraram organização, recuperação e capacidade de investimento  possibilitando boas expectativas futuras. 

Segundo os especialistas a ovinocaprinocultura, tem se tornado a cada dia uma atividade rentável e por isso tem atraído mais adeptos.  De acordo com os dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado Mato Grosso (Indea-MT) o rebanho de ovinos e caprinos no Estado é de 1,4 milhão de cabeças, com uma taxa de crescimento de 27% ao ano, respondendo por cerca de 11% do rebanho nacional, que é de 17 milhões de animais.

A criação do Grupo Gestor da Ovinocaprinocultura, cujo compromisso é fortalecer de modo capacitado todas as estruturas do setor é uma das ações realizadas para o desenvolvimento da cadeia.

De acordo com Enier Martins, criador há nove anos na região da Baixada Cuiabana, as perspectivas para os próximos anos são as melhores possíveis, o avanço foi consequência do profissionalismo.

Os produtores buscaram incorporar cada vez mais qualidade ao plantel. Enier Martins é proprietário da fazenda MS, que tem 100 hectares, onde ele tem cerca de 350 animais. Segundo ele, as vantagens da criação de ovinos é que ela não exige grandes pastagens, o que chamou sua atenção, já que ele também trabalha com outras atividades produtivas. "Na época alguns amigos que já estavam investindo neste segmento me sugeriram a criação de ovinos, o que me fez realizar uma pesquisa e já comprar uma pequena quantidade de animais".

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 9 de janeiro de 2013

Artigos Relacionados