Protesto de ativistas contra morte de touro

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na cidade de Tordesilhas na Espanha é realizada uma festa todo ano, onde centenas de pessoas perseguem um touro pelas ruas da cidade e pela ponte da planície onde eles o torturam até a morte.

No último domingo (9) cerca de 500 ativistas que lutam pelos direitos dos animais protestaram contra a realização da festa. Usando camisetas com o slogan "Quebre uma lança", eles se reuniram numa planície ao lado da cidade onde o touro é morto e dilacerado por lanças todo ano e seguraram pedaços de madeira representando lanças ao lado de suas cabeças. Depois, quebraram as madeiras em dois.

 Cada região da Espanha tem responsabilidade por suas próprias leis de proteção aos animais, com exceção para as touradas. O festival de Tordesilhas é permitido pelas leis da região de Castela e Leão.

O grupo de ativista Pacma, que defende o direito dos animais, declarou: “esta é a mais cruel tradição existente em nosso país”. As informações são da Dow Jones.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 8 de outubro de 2018

Artigos Relacionados