Reuniões foram inúteis, diz Amorim

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, qualificou de "totalmente inútil" o primeiro dia da reunião ministerial por um acordo na Rodada Doha, incluindo uma suposta nova oferta agrícola da UE (União Européia). Amorim alertou os outros ministros a não tentarem alimentar na opinião pública a idéia de que um acordo está próximo, diante do acúmulo de problemas e condicionalidades. No total, estão presentes em Genebra quase 60 ministros, incluindo os da União Européia. A África do Sul, que já conseguiu uma exceção para proteger sua indústria, foi o mais duro na reação à demanda dos países ricos, levando os europeus a indagarem a outros emergentes o que fazer com o sócio sul-africano. Pela manhã, o comissário europeu de Comércio, Peter Mandelson, ocupou o terreno ao anunciar que estava preparado a aceitar corte tarifário médio de 60% nas tarifas agrícolas, comparado a 54% atualmente na mesa de negociações, no esforço por um acordo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Sem categoria

Atualizado em: 22 de julho de 2008

Artigos Relacionados