Saiba mais sobre o curso das raças Gir Leiteiro e Girolando

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

CPT Cursos Presenciais: Por que fazer um curso sobre as raças Gir Leiteiro e Girolando?

Professor Domingos Marcelo: A raça Gir é atualmente a principal raça zebuína leiteira criada no Brasil e o Girolando é o cruzamento mais utilizado no país para produção de leite, resultado do acasalamento entre as raças Gir e Holandesa, com seus diversos graus de sangue. Além do mais, o Brasil é detentor da melhor genética mundial do Gir Leiteiro, com trabalhos sérios de melhoramento animal conduzidos por conceituados centros de pesquisa em parceria com as associações de raça. Por outro lado, o Girolando, que também possui um programa de melhoramento genético próprio, vem se consolidando como a principal raça sintética para produção de leite nos trópicos, em razão de sua adaptabilidade e alta produtividade nos diversos sistemas de criação.

 

CPT Cursos Presenciais: Este é um curso de julgamento das raças Gir Leiteiro e Girolando?

Professor Domingos Marcelo:  Não. Cursos de julgamento só podem ser ministrados pelas associações de raça, cujo objetivo é a formação de jurados de pista. Neste curso será demonstrado como avaliar o biótipo ideal dos animais Gir Leiteiro e Girolando, tanto os machos quanto as fêmeas, em diferentes idades, e qual o impacto desta escolha sobre o sistema de produção. Por exemplo: sabe-se que uma boa vaca leiteira, além de produzir muito leite, deve também possuir um úbere de boa qualidade, uma vez que esta característica está intimamente relacionada à longevidade produtiva. Mas, quais são os critérios utilizados para se avaliar o úbere? Esta característica é hereditária? Quais são os motivos de descarte? O que se pode esperar dos reprodutores neste aspecto? É isto que iremos discutir no curso.

 

CPT Cursos Presenciais: O Girolando, tão comum nos currais leiteiros do Brasil, é considerado raça ou cruzamento? Qual a importância de avalia-lo fenotipicamente?

Professor Domingos Marcelo:  Atualmente se aceita oficialmente como Girolando animais 1/2 sangue, 3/4 ou 5/8 holandês x Gir, mas o objetivo final é a fixação da raça no grau de sangue 5/8 holandês x Gir. Desta forma, consegue-se aliar a adaptação aos trópicos conferidos pela raça Gir com a alta produtividade leiteira e qualidade do sistema mamário proporcionado pela raça holandesa. No curso abordaremos as principais diferenças fenotípicas e de composição genética existente entre os graus de sangue permitidos na raça Girolando, as principais características de cada um, suas vantagens e desvantagens e as sugestões de acasalamentos a serem feitos na fazenda, de acordo com os objetivos do produtor.

 

CPT Cursos Presenciais: Qual a importância da avaliação fenotípica dos animais leiteiros na condução dos trabalhos de seleção e melhoramento genético das fazendas?

Professor Domingos Marcelo: Atualmente, nós temos à disposição de técnicos e criadores importantes ferramentas de melhoramento genético que são imprescindíveis na seleção do rebanho leiteiro, como os valores de PTA (habilidade prevista de transmissão) para características de produção, avaliação linear e até a identificação de marcadores moleculares, que nos permitem predizer qual touro transmitirá à sua progênie maior capacidade de rendimento industrial do leite. Entretanto, o olho humano ainda é um método insubstituível na avaliação de algumas características de forte apelo econômico nos animais, vindo a complementar os dados de avaliação genética existentes. Por exemplo, podemos ter duas vacas extremamente leiteiras, com produção uniforme e com avaliação genética positiva. Entretanto, uma delas apresenta boa qualidade dos aprumos, enquanto a outra não, demonstrando inclusive, dificuldade na locomoção. Como avaliar isso? Qual o impacto deste defeito sobre a reprodução? Como fica a ordenha mecânica? Qual delas deverá permanecer no rebanho? Somente a avaliação fenotípica (visual) será capaz de nos fornecer essas respostas.

 

CPT Cursos Presenciais: O curso é teórico ou prático?

Professor Domingos Marcelo:  A maior parte da carga horária total do curso será prática. Entretanto, não há como realizar aulas práticas consistentes sem um sólido embasamento teórico. Na teoria, serão discutidas todas as características zootécnicas desejáveis nos machos e fêmeas das raças Gir Leiteiro e Girolando, inclusive com abordagem do padrão racial, que no caso do Girolando, varia com o grau de sangue do animal. Na sequência serão ministradas aulas práticas nas propriedades parceiras do CPT. Também será realizada, no último dia do curso, uma visita técnica à Fazenda Brasília Agropecuária, considerada uma referência mundial na criação da raça Gir Leiteiro.

 

CPT Cursos Presenciais: O curso é destinado apenas para criadores de Gir Leiteiro e Girolando?

Professor Domingos Marcelo:  Não. Como serão abordadas características zootécnicas desejáveis nos animais leiteiros correlacionando-as aos processos seletivos e ao sistema de produção como um todo, o curso proporcionará informações interessantes para produtores, funcionários e técnicos inseridos na atividade leiteira, principalmente com a raça Gir e seus cruzamentos.

 

Entrevista com Domingos Marcelo Cenachi Pesce, professor dos Cursos de Avaliação Fenotípica do Gir Leiteiro e Girolando para Compra e Seleção e Curso de Avaliação Fenotípica de Bovinos de Corte (zebu) para Compra e Seleção.

Professor Domingos Marcelo Cenachi Pesce:

Médico veterinário e mestre em Nutrição de Ruminantes pela UFMG

– Doutor em Qualidade e Produtividade Animal pela FZEA/USP.

– Jurado efetivo das raças zebuínas / ABCZ, com pós-graduação em Julgamento das Raças Zebuínas pela FAZU.

– Professor Adjunto da PUC Minas

Saiba mais informações sobre os cursos. Clique aqui.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •  
Bovinos

Atualizado em: 19 de setembro de 2018

Artigos Relacionados