4 Aplicações da ultrassonografia em equinos que você precisa conhecer!

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

A utilização da ultrassonografia em equinos se tornou uma forte aliada no desenvolvimento da equinocultura. Os exames ultrassonográficos possibilitam a verificação, em tempo real, das das estruturas do animal. Nesse sentido, certamente, seu uso pode ser tanto para atividades da rotina reprodutiva quanto na clínica de equinos.

Dessa forma, além de proporcionar a visualização de imagens precisas das estruturas internas e órgãos do animal, um de seus principais benefícios é o fato de não ser um exame invasivo e, acima de tudo, ágil. Ou seja, proporciona mais segurança ao médico veterinário em relação a precisão no diagnóstico.

Não podemos deixar de destacar que a área de equinos tem grande relevância no Brasil. Já que, o país é o 4° lugar com a maior população desses animais e o mercado na área movimenta mais de R$ 16 bilhões por ano. Diante disso, os criadores de cavalos já entenderam a importância de poder contar com a ultrassonografia para a melhora da qualidade de vida dos animais. Portanto, médicos veterinários também estão cada vez mais instigados a investir nessa tecnologia.

Se você, médico veterinário, chegou até esse artigo, já deve ter entendido que o investimento no conhecimento para aplicação com segurança e eficácia da técnica tem retorno praticamente certo. 

Quer sair na frente dos demais profissionais com esse diferencial e tirar o máximo de proveito da ultrassonografia em equinos? Então, continue lendo e confira as 3 aplicações da técnica que você deveria saber.

4 Aplicações da ultrassonografia em equinos

Ultrassonografia em equinos

Uma das principais ferramentas de trabalho do médico veterinário, o ultrassom é considerado imprescindível para um bom atendimento. No mundo equestre, a técnica é utilizada para diversas avaliações, confira a seguir!

1. Manejo reprodutivo

A área da reprodução equina demanda tecnologia e conhecimento aprofundado. Por isso, trata-se de um segmento altamente rentável, o que faz com a procura por métodos cada vez mais precisos de se obter eficiência sejam requisitados.

Nesse sentido, a ultrassonografia em equinos para a reprodução é uma importante aliada. Afinal, todas as informações são obtidas com precisão e agilidade. Dessa forma, faz com as decisões tomadas no manejo reprodutivos sejam mais acertadas.

Uma das principais aplicações da ultrassonografia na reprodução diz respeito ao diagnóstico gestacional precoce. Com o auxílio da técnica entre o 19° e 21º dia pós-fecundação já é possível identificar o sucesso ou não da prenhez. Sobretudo, quando são utilizadas técnicas avançadas de reprodução assistida essa rapidez é extremamente crucial.

Além do diagnóstico precoce da gestação, outras aplicações importantes da ultrassonografia na reprodução equina são: 

  • sexagem fetal;
  • acompanhamento do desenvolvimento do embrião;
  • confirmação da viabilidade fetal;
  • avaliação ginecológica;
  • exame andrológico;
  • identificação de patologias reprodutivas;
  • monitoramento da evolução do ciclo estral;
  • avaliação de doadoras e receptoras de embriões.

E mais, a ultrassonografia aliada ao exame de palpação retal possibilitam o auxílio em outras técnicas relacionadas à reprodução. Como por exemplo, a transferência de embriões e a inseminação artificial. Além disso, com elas ainda é possível avaliar todo trato reprodutivo de machos e fêmeas. 

2. Avaliações de patologias ortopédicas

Por serem animais grandes e pesados, dependendo da atividade que os cavalos desempenham, há vários riscos do desenvolvimento de uma lesão ou algum problema ortopédico, principalmente os cavalos atletas.

Nesse sentido, a claudicação é um dos principais problemas relacionados a patologias ortopédicas nesses animais. Popularmente conhecida como manqueira, a doença é um sinal derivado de algum distúrbio estrutural ou funcional. Principalmente, se caracteriza pela alteração na locomoção e/ou postura do cavalo dificultando exercícios físicos e até caminhar normalmente. 

Desse modo, a claudicação em equinos pode ser classificada em:

  • mecânica;
  • neurológica;
  • dolorosa.

Inegavelmente, por ser uma doença grave necessita da intervenção de um médico veterinário o mais breve possível. E é por isso que a ultrassonografia é bastante utilizada nesses casos. Pois, por proporcionar a visualização tempo real de imagens nos órgãos do animal, o profissional pode dar início ao tratamento imediatamente, caso necessário, aumentando as chances de cura.

Outros problemas ortopédicos também podem ser identificados com o auxílio da ultrassonografia em equinos, tais como:

  • alterações na coluna cervical
  • laminite
  • síndrome navicular
  • doenças ortopédicas de desenvolvimento ( DOD)

3. Auxílio no diagnóstico de problemas gástricos

Um dos principais motivos de consultas veterinárias em equinos são os problemas gástricos. O mais comum deles é a cólica equina, também como abdômen agudo, e temida por muitos tratadores. Desse modo, a utilização da ultrassonografia possibilita a rápida identificação e verificação com exatidão de todos os detalhes. Evitando que o problema possa causar maiores complicações no sistema digestivo do animal.

Com essa análise será possível identificar o tipo de cólica que pode ser classificado em:

  • colite;
  • cólica de impacto;
  • deslocamento ou torção gástrica;
  • causada por parasitas, espasmos ou cases.

A maioria dos casos de cólica equina estão relacionados a ingestão exagerada de alimentos, ou quanto estes são inadequados, desbalanceados, muito triturados ou má distribuídos. E mais, o problema pode ser desencadeado por afecções orais. Pois, se o cavalo não tiver uma dentição bem organizada, ele não vai conseguir mastigar e vai ingerir fibras de tamanhos maiores que vão fermentar e causar cólica.

4. Cardiologia Equina

As doenças cardiorrespiratórias em equinos são bastante comuns, especialmente em animais que desempenham funções atléticas. Afinal, o treinamento aeróbio pode ser mais estressante do que qualquer outra atividade vivenciada pelos animais ao longo do dia. 

Além disso, o sistema cardiovascular dos equinos apresenta funções e características que permitem que alcancem bom condicionamento físico e alto rendimento nas funções que desempenha. Entretanto, durante a rotina de exercícios físicos, há uma demanda de capacidade cardíaca e pulmonar muito grande. E, apesar das raças de equinos serem selecionadas de acordo com características superiores em relação ao coração, a capacidade pulmonar nem sempre acompanha esse desempenho. E por diversas vezes, esses animais apresentam problemas relacionados ao sistema cardiorrespiratório. Principalmente os mais velhos. 

O ecocardiograma, realizado por meio do ultrassom veterinário, é um exame completo, capaz de demonstrar batimentos cardíacos e alterações no tamanho e na forma dos órgãos envolvidos. 

Quando usado para realizar exames cardiológicos, o ultrassom veterinário com Doppler fornece dados precisos da direção e velocidade do fluxo sanguíneo no coração e nos vasos. Dessa forma, possibilita visualizar as estruturas vascularizadas aumentando, assim, a eficácia do exame. Além disso, o conjunto formado pelo ultrassom veterinário com doppler permite medir a pressão intratorácica e fazer o mapeamento do fluxo sanguíneo a partir do uso de cores e identificar se algo não tiver indo bem.

As principais doenças cardiorrespiratórias nesses animais são:

  • Insuficiência Cardíaca;
  • Tromboflebite jugular
  • Endocardite Bacteriana
  • Arritmia.

Agora que você já entendeu as 4 aplicações da ultrassonografia em equinos, que tal se especializar em uma das áreas mais rentáveis da medicina veterinária, com alta valorização profissional e excelentes rendimentos?

Bom demais, não é? Então, para começar a aplicar tanto a técnica da ultrassonografia quanto a palpação em seus atendimentos é só ficar atento a essa dica:
Cursos de Palpação Transretal e Ultrassonografia na Reprodução Equina

Fontes: Escola do Cavalo e Shop Veterinário

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados