Confinamento de boi: Como começar e erros que você não pode cometer

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

O confinamento de boi tem sido cada vez mais utilizado no Brasil como uma alternativa viável para muitos pecuaristas. Mas, esse processo (muito utilizado na engorda do rebanho em menor tempo) é um trabalho que deve ser feito com cautela. Pois, para que dê lucro é necessário que o pecuarista esteja atento quanto ao manejo sanitário e nutricional correto do animal. Além disso, para ter bons resultados é fundamental investir em opções adequadas de currais para o gado.

Os mais interessados em aplicar esse sistema de produção são os pecuaristas que trabalham com animais com alto potencial genético. Pois, de maneira geral, a criação de gado no Brasil é basicamente feita em pasto, na qual cada boi engorda em média 0,5 kg por dia. Já no confinamento, cada boi chega a engordar 1,5 kg por dia. Isto é, neste sistema o rebanho pode engordar o triplo se comparado aos bovinos criados a pasto.

Mas para conquistar maior rentabilidade com sua criação com o confinamento bovino, você precisa estar disposto a trabalhar em um processo que exige dedicação, ter capital para investir nas instalações, manejo nutricional e mão de obra qualificada.

O confinamento de bois ainda gera muitas dúvidas, principalmente entre os produtores de pequenas propriedades. Então, se você quer saber se é viável, dá lucro e como começar a fazer esse processo leia o artigo até o final! 

Como funciona o confinamento de boi?

Confinamento de boi

É um sistema de criação de gado, na qual os animais são separados em lotes e criados em áreas restritas. Como por exemplo, piquete, curral e baia. Ele se baseia no manejo e alimentação por meio dos cochos com uma dieta balanceada e água. Com a finalidade de, obter bovinos com os melhores resultados produtivos possíveis em menor tempo para o abate.

O confinamento é uma excelente alternativa para produtores rurais envolvidos em todas etapas de produção de bovinos (do nascimento ao abate). E mais, pode ser aplicado também na fase final (pré-término), para otimizar a produção.

A base da técnica de confinamento de gado é o fornecimento de recursos nutricionais completos para o desenvolvimento do animal. Bem como, viabilidade de condições ideais de engorda. Desta forma, o desgaste muscular e a perda de peso são os menores possíveis.

Principais vantagens

Como você já viu, a primeira grande vantagem do confinamento bovino é o aumento da eficiência produtiva. Isto é, os animais ganham mais peso em menor tempo se comparado aqueles criados em pastos.

Entre outros benefícios podemos citar:

  • baixa mortalidade; 
  • abate em tempo reduzido;
  • maior controle da temperatura;
  • domínio total da alimentação dos animais;
  • exploração intensiva em pequenas propriedades;
  • garantia de produção de carne na entressafra (durante o período da seca).
Guia Gratuito Gado de Corte

Passo a passo para iniciar o confinamento de gado em pequenas propriedades

Geralmente, a principal preocupação dos confinadores costuma ser a nutrição dos bovinos. Mas, alguns outros passos merecem o mesmo cuidado, confira:

#1 Analise bem qual deve ser o tamanho do curral, levando em conta a maior produtividade por área;

#2 Calcule o quanto se pode investir no projeto;

#3 Disponha de uma equipe de trabalhadores com experiência na lida com confinamento de boi;

#4 Elabore uma dieta balanceada ao rebanho bovino para a engorda;

#5 Tenha um controle sanitário eficaz;

Além dos tópicos acima é preciso que a propriedade seja atendida por um médico veterinário, para evitar a proliferação de doenças. Já que, um animal doente no rebanho pode transmitir a enfermidade aos outros, causando um enorme prejuízo.

Quer dicas de como montar as instalações para seu rebanho? Então, você precisa conferir esse artigo: Confinamento de gado: Dicas para você montar a melhor estrutura

Vale a pena investir?

Tomar a decisão de se investir ou não no confinamento de gado está sujeita várias condições, que precisam ser bem analisadas por você produtor rural. Isto é, para que consiga o retorno esperado.

Em primeiro lugar, você precisa ter em mente que além da disponibilidade de animais, deve assegurar uma fonte contínua de alimentos, sem deixar de lado um bom custo-benefício. Em seguida, é necessário realizar um estudo prévio de mercado para garantir que o valor investido no confinamento seja coberto pela arroba de boi.

Também não podemos deixar de citar a necessidade de se dispor de uma equipe preparada para o gerenciamento do sistema e acompanhamento diário do rebanho. Ele é fundamental para que as necessidades dos animais (vacinas, ração balanceada e medidas sanitárias) sejam plenamente atendidas.

Para resumir, as instalações do confinamento precisa contar com:

  1. balança e aparador;
  2. espaço destinado à vacinação;
  3. curral com cochos para a engorda;
  4. galpão para produção, preparo, armazenamento dos alimentos e ferramentas.

Se você já investe no confinamento de gado em sua propriedade e quer e precisa aumentar seus lucros com a criação, confira nossas dicas!

Dicas para ter sucesso com confinamento

Alguns produtores veem sua lucratividade cair, sem perceber os erros que estão sendo cometidos no confinamento. Se você quer ter sucesso com a técnica em sua fazenda, basta seguir essas dicas:

  • Evite a lotação excessiva no confinamento;
  • Faça cochos de tamanhos apropriados;
  • Regule sempre a temperatura;
  • Forneça água de melhor qualidade;
  • Mantenha a limpeza frequente nos galpões.

Gostou da leitura do nosso artigo e quer se aprofundar nos assunto? Então, clique na imagem abaixo e confira os Cursos Presenciais na área de Gado de Corte! Tenho certeza que esse treinamento era tudo que faltava para você alavancar ainda mais o seu sucesso.

Fontes: Royal Máquinas, Tecnologia do Campo e Compre Rural

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados