Como deve ser um curral para gado de leite? Descubra aqui!

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
A construção do curral para gado de leite é uma etapa muito importante no planejamento de uma propriedade e que exige muita atenção e cuidado.

A construção do curral para gado de leite é uma etapa muito importante no planejamento de uma propriedade e que exige muita atenção e cuidado.  O local deve ser pensado para oferecer a máxima segurança ao animais, minimizar seu estresse e facilitar seu manejo.

Além disso, devem oferecer a maior eficiência do trabalho, para não gerar perdas produtivas. Mas, com tantos tipos de confinamento, como saber qual o melhor projeto de curral para o meu rebanho? 

A escolha está diretamente relacionada ao tipo de sistema de criação e finalidade da exploração. Para te ajudar a entender melhor, neste texto vamos abordar a importância de ter uma estrutura adequada para criar gado de leite, e explicar como deve ser o curral. 

Acompanhe nossas dicas, e aprenda como criar o melhor curral para gado de leite

Como deve ser o curral?

Para planejar as instalações do curral para gado de leite muitos fatores devem ser levados em consideração. Geralmente a construção exige um alto investimento, por isso depois de pronto, vale a pena se atentar para o manejo racional, para evitar prejuízos.

Mas, antes de construir fique atento a alguns fatores que podem maximizar seu investimento:

Localização

Para escolher o melhor local é preciso levar em conta a orientação geográfica, o comportamento dos ventos, o acesso ao local, o tipo de solo e o posicionamento dentro do terreno. A melhor opção é o centro da propriedade, pois facilita o acesso e o manejo. 

O local escolhido deve ser seco, firme, não sujeito à erosão e preferencialmente plano. Não é bom que fique próximo a rios e lagos, pois pode acontecer contaminação das águas com os dejetos do curral. Porém, é preciso contar com uma boa fonte de água para hidratar os animais e fazer a limpeza do local. 

Calcular as dimensões

Para calcular as dimensões deve-se levar em conta a quantidade de animais que vão ficar no curral. O espaço médio para cada bovino é de 2 metros quadrados. 

Também é preciso pensar nas outras benfeitorias anexas ao curral, como piquetes, curralão e manga de recolhida, que facilitam o manejo e acesso. 

Preparo do terreno

Após escolher o melhor local, é hora de preparar o terreno realizando uma limpeza. Para isso, deve-se fazer um círculo e deixá-lo livre de vegetação e detritos.

Para favorecer o escoamento das águas pluviais e impedir a formação de lama nos pontos de maior movimentação, é indicado fazer uma movimentação da terra onde o curral será construído. O movimento deve ser de fora para dentro, até obter uma superfície redonda com 2% de inclinação. Depois, uma camada de cascalho deve ser compactada ao local e nas proximidades.

Marcação do curral e recomendações

Depois de passar por todas as etapas anteriores, é preciso marcar a posição do curral, levando em conta a facilidade de acesso e a insolação. Muitos fatores já foram pensados na escolha da localização, para reforçar, a posição ideal do curral é a orientação leste oeste, em seu maior eixo. Isso vai impedir a maior penetração do sol nas laterais da construção. 

Antes de começar a real construção, vale fazer marcações com estacas para visualizar qualquer tipo de problema que possa aparecer no desenvolvimento. A marcação deve começar a ser feita pelo galpão, brete, tronco de contenção e o apartadouro. As cercas externas, porteiras e subdivisões ( corredores de vacinação, salas para uso veterinário, etc) serão marcadas posteriormente.

Uma dica interessante é usar uma planta baixa para visualizar o local e facilitar a demarcação e construção. A escolha das matérias primas para a construção do curral e das cercas, também deve ser feita com muito cuidado. É preciso levar em consideração a segurança dos animais, a qualidade dos materiais e o custo/benefício. 

Para quem quer uma construção duradoura, é essencial investir em materiais resistentes. Além de profissionais especializados  e qualificados para criar o projeto, garantir o bom andamento da obra e evitar problemas futuros. 

O que deve ser levado em consideração no planejamento das instalações?

Existem muitos tipos de currais, mas no geral a preocupação maior está em criar ambientes seguros, confortáveis e saudáveis para os animais. Por isso, um bom curral para gado de leite precisa ser:

  • Amplas;
  • Arejadas;
  • Com bons focos de luminosidade natural e artificial; 
  • De fácil higienização;
  • Com proteção contra chuva e sol forte;
  • Possuir área de descanso ventilada e fresca;
  • Com espaço de cocho adequado para o número de animais;
  • Contar com espaço para os animais andarem;
  • Possuir bebedouros com água limpa e fresca;
  • Piso e camas confortáveis.

Ou seja, as instalações precisam se ater a todas as necessidades dos animais, atendendo ainda às legislações de segurança, controle sanitário e ambiental.

Por que é importante ter uma estrutura adequada para o gado de leite?

Investindo em uma estrutura adequada de curral para gado de leite é possível proporcionar o máximo conforto aos animais. Isso ajuda o proprietário a obter um ótimo retorno, já que os mesmos vão expressar melhor seu potencial genético. 

Além disso, uma estrutura bem planejada permite uma exploração racional dentro dos aspectos econômicos e gerenciais. E ainda maximiza o uso da mão-de-obra, das máquinas e equipamentos.

Quer aprender a gerenciar sua propriedade com uma visão mais ampla da atividade e foco na lucratividade? Então você precisa encarar sua fazenda como uma empresa rural. Aprenda como com o Curso de Administração Técnica e Econômica de Gado de Leiteiro, do CPT.  

Com esse curso você vai aprender na prática técnicas modernas e precisas para sua produção de leite ser um negócio rentável e muito lucrativo. Clique aqui e veja como se tornar aluno da maior empresa de cursos de curta duração na área da América Latina!

Fontes: Embrapa, Construção do Curral-Embrapa.  

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados