Quais são as principais ações de primeiros socorros em equinos?

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
Primeiros socorros em equinos

Por mais cuidadoso que o proprietário seja, enfermidades e acidentes com seu rebanho podem acontecer a qualquer momento. Em casos emergenciais, noções básicas de primeiros socorros em equinos podem salvar a vida do animal.

Inegavelmente, as situações de emergência podem acontecer com animais de todas as idades, não importa se criados no sistema extensivo ou intensivo. Por isso, é fundamental conhecer os problemas mais recorrentes na rotina dos equinos para saber como agir em cada caso. 

Para te ajudar, preparamos este artigo com as principais emergências com equinos e como prestar os primeiros socorros. Confira nossas dicas e entenda como é possível amenizar o sofrimento do animal até que ele receba o atendimento adequado. 

Principais emergências com equinos 

Cólica

Em primeiro lugar, a cólica equina é uma doença gastrointestinal muito grave, conhecida popularmente como “Nó nas tripas”. Ela aparece de forma repentina e pode levar o animal à morte se não for tratada logo. 

Essa doença é resultante de distúrbios que afetam o aparelho digestivo e pode estar ligada a diversos fatores. Entre eles: o estresse ambiental, a alimentação irregular, a produção excessiva de gás no estômago, resultado da fermentação dos alimentos, a qualidade da forragem e doenças parasitárias. Enfim, elas podem ser resultados de gases, espasmos, parasitas, inflamações intestinais ou até obstrução ou torção do intestino. 

Principais sinais: O distúrbio produz sinais de dor abdominal, que pode ir de leve a muito intensa. A dor pode fazer o cavalo apresentar diversas mudanças no comportamento, que facilitam a identificação. As mais recorrentes no início são: bater as patas, falta de apetite, posicionar para urinar sem o fazer. Mas geralmente, ele costuma ficar agitado, rolar no chão, olhar repetidamente o flanco, cavar o solo, apresentar dificuldades para caminhar, suar em excesso, deitar e levantar constantemente.

Ações de primeiros socorros: É fundamental suspender a alimentação de volumosos e concentrados, estimular o passo do animal para ajudar a acelerar o processo digestivo e procurar formas de evitar que ele se machuque. Notando os sintomas é preciso procurar ajuda médica imediatamente, pois o risco de morte é muito alto.

Como evitar: Para evitar é preciso cuidar do manejo alimentar, deixar que os animais se movimentam livremente com maior frequência, investir no controle parasitário e assegurar o acesso constante a água limpa e fresca. 

Ferimentos e lesões

Os cavalos são extremamente sujeitos a acidentes com ocorrência de contusões, cortes e feridas da pele ou em tecidos moles, como tendões e ligamentos. Isso acontece devido a suas características comportamentais, seu instinto de fuga, e na maioria das vezes, são ocasionados por objetos estranhos como cercas de arame farpado, portões ou materiais cortantes ou de construção.

Dependendo do grau de penetração na pele, elas podem ser classificadas como abertas ou fechadas. As primeiras penetram a derme e podem envolver estruturas mais profundas, e as fechadas são as que não atingem a espessura total da pele.

Ações de primeiros socorros: A primeira atitude é apanhar e acalmar o animal para depois avaliar a dimensão e profundidade da ferida. Lave a ferida apenas com água e se houver hemorragia, pare-a fazendo pressão sobre o local com compressas limpas. Se a ferida for de grande profundidade, faça a sutura. Alguns produtos podem ser usados para ajudar a diminuir a coceira, prevenir inflamações e bicheiras ou acelerar a cicatrização, mas devem ser usadas apenas com a aprovação do médico veterinário.

Como prevenir: Investir na segurança das baias e pastagens, mantendo-as limpa e retirando objetos cortantes e que apresentem perigo. Também é fundamental manter os animais livres de situações estressantes, investindo em um manejo adequado. 

Picadas de cobra

A picada de cobra é mais comum em equinos que são criados soltos em pastos e campo. Porém, pode acontecer em qualquer tipo de sistema e causar diversos prejuízos. 

A picada pode acontecer em qualquer membro, mas em geral, os cavalos são mais afetados em locais próximos da cabeça, lábios e pescoço. Isso porque o equino costuma abaixar a cabeça na tentativa de reconhecer o animal estranho.

Principais sinais: Os sinais vão depender da quantidade de veneno injetada. Geralmente causa: dor aguda, inchaço,hematoma, sangramento,dificuldade de engolir, falta de ar com insuficiência respiratória, dificuldade de abrir os olhos, urina avermelhada, distúrbios neurológicos, problemas nos rins e coagulação de vasos sanguíneos.

Ações de primeiros socorros: Fique atento aos sinais pois, o envenenamento do acidente ofídico pode levar o animal ao óbito, caso as medidas adequadas não sejam tomadas de imediato. A primeira medida deve ser acalmar e imobilizar o animal para diminuir a circulação do veneno. O médico veterinário deve ser informado com urgência para avaliar a situação e aplicar o soro antiofídico. Sua aplicação com rapidez pode salvar a vida do animal. 

Como prevenir: Manter as baias e os pastos limpos, sem acúmulo de entulhos e lixos que possam abrigar e atrair insetos e animais que servem de alimentos para as serpentes. Além de não realizar queimadas, que fazem as cobras sairem de seu habitat e procurar abrigos nas baias.

Outras situações

Muitos outros problemas demandam primeiros socorros em equinos, como intoxicações, alergias, brocas de cascos ou traumatismos. Esses casos de emergência exigem intervenções rápidas e precisas, para não comprometer a vida e a carreira atlética do animal.

E você, está preparado para avaliar os problemas que venham ocorrer com os cavalos, tomar decisões em situações emergenciais e reconhecer os principais sinais e sintomas? Se está em dúvida, que tal realizar um curso e aprender tudo isso? Conheça:

Curso Prático – Primeiros Socorros em Equinos


Fontes: Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária, Ouro fino, Escola do cavalo, Cavalus.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados