Conheça as principais técnicas de contenção de bovinos

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
contenção de bovinos

A bovinocultura brasileira se destaca no cenário mundial do agronegócio, sendo uma das maiores e mais importantes. Diante de sua importância, os produtores que desejam se destacar no mercado precisam ter em mente que lidar com bovinos exige conhecimentos e cuidados especiais. A contenção de bovinos, por exemplo, faz parte da lida diária e quando bem executada pode evitar grandes prejuízos financeiros. 

E você, conhece as principais técnicas de contenção de bovinos? Sabe qual é o mais adequado para cada situação? Então continue a leitura e entenda a importância de fazer uma contenção segura e as técnicas mais utilizadas. Confira!

Contenção de bovinos

A contenção de bovinos é o ato de imobilizar os animais com a finalidade de restringir seus movimentos de forma segura, o que é fundamental para garantir segurança para os animais e para as pessoas responsáveis pela execução do procedimento.

A técnica pode ser utilizada para realização de exames, intervenções cirúrgicas, procedimentos curativos, aplicação de medicamentos, coleta de sêmem, castração, ou mesmo na ordenha. Enfim, os objetivos e finalidades são diversos, sendo muito deles rotineiros. Por isso, cabe ao responsável saber qual o melhor método a depender da situação.

Os responsáveis pela contenção devem ainda saber como minimizar o desconforto para o bovino e assegurar que ele não se machuque durante o procedimento. Isso é essencial para garantir o bem-estar do bovino e a segurança dele e da equipe. 

Para isso, precisam dominar as técnicas e realizá-las com a máxima cautela, visto que uma contenção mal feita pode gerar ferimentos, fraturas ou torções no animal, e deixá-lo agressivo e agitado. Esses fatores podem dificultar ou comprometer todo o procedimento.

Para te ajudar a entender melhor, veja a seguir os principais métodos de contenção de bovinos, que diferem de acordo com sexo, idade, raça, temperamento e local do corpo em que se pretende trabalhar.

Contenção no tronco 

Os troncos de contenção são uma instalação imprescindível no manejo do gado, sendo os mais utilizados pois permitem a contenção de diversos animais ao mesmo tempo. 

Eles são projetados para a imobilização ou contenção completa dos bovinos, para realizar diversos tipos de procedimentos como vacinação, coleta de sangue, mochão, tratamento de cascos, castração, inseminação artificial, identificação entre outros.

O principal cuidado para garantir a execução adequada das atividades é manter o tronco cheio para evitar a movimentação dos animais. Sua principal vantagem é a agilidade, versatilidade, segurança e eficiência no manejo.

Contenção no brete

O brete é uma instalação construído junto ao curral que permite a contenção individual de animais. Pode ser usado para praticamente os mesmos procedimentos do tronco, sendo especialmente indicado para procedimentos reprodutivos e clínicos. 

No brete os animais são imobilizados pelo pescoço em uma guilhotina, alguns também possuem guilhotina para contenção da região abdominal. O equipamento ainda conta com um corta-coice e uma trava para imobilizar o corpo do animal e evitar acidentes.

Sua principal vantagem é que permite a contenção perfeita do animal garantindo assim máxima segurança para o trabalhador.

Contenção no cabresto

A contenção no cabresto é mais indicada para os animais calmos, sendo muito utilizado em animais de pista. É indicado para apresentar animais em leilões, eventos e exposições em que o animal caminha junto ao tratador, ou em procedimentos mais simples.

O cabresto pode ser adquirido no mercado ou confeccionado utilizando cordas. É preciso muito cuidado para não enforcar o animal.

Contenção na Peia

A contenção com a peia é feita com uma corda e consiste em contornar as pernas dos animais na região acima do joelho, com uma volta simples e outra cruzada em forma de oito.

A peia é muito utilizada no dia a dia para a realização da ordenha de vacas, mas também serve como uma contenção auxiliar para uma imobilização mais elaborada, pois ao imobilizar os membros posteriores impede que os animais se movimentem ou defiram coices. 

Contenção química

A contenção química pode ser uma prática aliada aos métodos físicos, e inclui a aplicação de tranquilizantes, sedativos e anestésicos. Porém, é um método exclusivo para médicos veterinários, pois exige conhecimentos específicos e se realizada de forma incorreta pode matar os animais.

Além das contenções físicas citadas, é possível conter bovinos utilizando o laço, a peia metálica, a trava imobilizadora, pela cauda e cabeça entre outras técnicas.

No caso de acidentes e emergências com o rebanho, é fundamental estar preparado para realizar os primeiros socorros e garantir o bem estar do animal, e as técnicas de contenção são fundamentais nesses momentos. 

Fique atualizadas sobre os problemas mais frequentes que ocorrem na criação de bovinos e aprenda como lidar com eles, quais são as suas causas, sintomas, soluções e como proceder na prevenção. Conheça o curso de Primeiros Socorros em Bovinos do CPT Cursos Presenciais.

Fontes:

Cursos CPT, SENAR, AEASE.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados